web analytics

Construir uma revenda de hospedagem pode ser considerado um bom início para uma empresa recente que deseja se estabelecer no mercado sem ter que investir muito. Os servidores são adquiridos através de empresas de hospedagem maiores e personalizados para a prestação de serviços de seu próprio negócio.

Clientes revenda de hospedagem

No papel, tudo parece perfeito para funcionar. O problema é quando a realidade vem à tona e a empresa se depara com dificuldades ainda não consideradas. O alcance da concorrência pode ser, muitas vezes, maior do que se imagina. Além disso, toda a estratégia traçada para o início da empresa pode se revelar similar ao de outras centenas de empresas cujo objetivo assemelha-se ao seu.

 

> Ranking das empresas de revenda de hospedagem de sites <

 

Como se destacar? Como ser notado entre a multidão? A resposta é: criatividade. As outras empresas podem ter dinheiro para investir em grandes ações de marketing, mas você possui algo que os concorrentes com mais tempo de existência e já estabelecidos não podem se dar o luxo de possuírem…

… um mercado a ser explorado!

 

 

Primeiros passos – pensando pequeno.

Considere a relação entre sua empresa e o público como uma página em branco que deve ser preenchida. Como fazê-lo satisfatoriamente?

Bem, existem duas possibilidades. A primeira exige paciência e um pouco de otimismo, pois envolve promocionar os valores cobrados pela revenda de hospedagem e o oferecimento de descontos para determinados perfis de clientes. O problema é que nem sempre esse tipo de propaganda reverte no resultado esperado, além do fato de ser aplicada também por grandes empresas, ou seja, você até conseguirá alguma notabilidade, mas estará fazendo “mais do mesmo”.

 

Para mais ideias de marketing envolvendo revendas de hospedagem, clique aqui!

 

Uma maneira bem interessante de conquistar seu público é situá-lo e, literalmente, ir atrás dele. Falamos sempre sobre redes sociais e sites onde diversas empresas já possuem um perfil para divulgação, logo, por que não tentar num segmento de nicho, como um fórum? Lá, a quantidade de pessoas atingida não será a mesma, mas ao menos o conhecimento dos membros do fórum será diferenciado e agregará muito à audiência de sua empresa e de seu site – isto é, se você conseguir fisgar a atenção deles.

Esse experimento pode, inclusive, servir de base para um approach futuro com uma audiência mais diversificada. E, como estamos falando primeiramente sobre um público específico que tem propriedade no que fala e um conhecimento prévio, vale a pena compreender o que eles esperam de uma empresa que poderá atendê-los no futuro. Moldando o atendimento de acordo com as necessidades desse público pode não significar uma certeza de sucesso na empreitada, mas já é um norte para o segundo passo que minuciaremos a seguir.

 

Dando continuidade – alcançar o grande público.

Partindo do pressuposto de que você conquistou uma audiência restrita, porém conhecedora de seu segmento, vamos pensar na propagação da ideia por trás de sua empresa. Para tal, não podemos deixar de mencionar o design do site.

Vamos supor que algum usuário compartilhou alguma informação sobre sua empresa que chamou a atenção de um visitante em potencial. Quando ele acessar seu site, qual será o primeiro contato dele com sua página? O design! Empresas que começam tímidamente e com pouco investimento muitas vezes optam pelo caminho menos trabalhoso – talvez um template pré-determinado de uma plataforma como o WordPress, ou páginas prontas que podem ser incorporadas através de códigos HTML na estrutura do site.

Se o usuário visualizar um site similar a outros diversos que ele já viu, a possibilidade de você ser lembrado diminui exponencialmente – independente de eventuais promoções que estejam ocorrendo no momento. Logo, voltamos a reforçar a criatividade aqui. Seja criativo não só na criação do visual do site, mas pense como um cliente agiria quando acessasse sua página. Qual caminho ele faria? Qual área do site ele visitaria primeiro? O que chamaria a atenção dele e o que passaria despercebido?

 

 

Finalizando – manutenção do público.

Você conquistou o público de duas maneiras: através de seu site na Internet e mostrando-se disponível para oferecer produtos e serviços com a exposição em fóruns e sites menores que atingem um público mais restrito, porém personalizado. Digamos que duas vertentes foram atingidas: as que visitam sua página por impulso e nela devem permanecer, caso o site seja convidativo o bastante para isso, e uma audiência mais especializada que se atentou não apenas à empresa, mas ao conteúdo que ela agrega e a efetividade dos serviços por ela prestados. Conclui-se, então, que são duas vertentes que se complementam.

Qual é o último – e mais longo – passo? Manter essa clientela. Quanto mais usuários forem fisgados pela sua revenda, mais complicado será atender todos. Serão críticas, elogios, solicitações de suporte, dúvidas, dentre outros. Interaja com seu público! Não demore para responder as mensagens, convide as pessoas a compartilharem suas opiniões – algo que o Dicas de Hospedagem sempre faz, no final de cada publicação – e lembre-se de oferecer vantagens diferenciadas para esse público que, com o tempo, mostrou-se fiel. Essa fidelidade vale algum tipo de serviço extra? Algum desconto? Cupom-presente?

Pela terceira vez, a criatividade se faz necessária! É através do conhecimento do seu público e da invenção de maneiras criativas de como interagir com ele que você encontrará o melhor jeito de atendê-los.

Como você pôde ver, a criatividade está sempre por trás das ações que uma empresa iniciante deve colocar em prática, mas criatividade sem direcionamento não leva a lugar nenhum. Por isso, tente usar nosso guia como referência e sinta-se livre para incrementar práticas próprias a ele.

Aliás, por que você não compartilha essas práticas próprias com a gente? Apostamos que tem muita gente que acessa o Dicas de Hospedagem e que está bem curiosa para saber o que você pensa sobre o assunto.

Um bom início de mês a todos e até semana que vem!



Você também vai gostar de:

Share This