web analytics

downgrade vale a pena?

Todo site que apresenta crescimento passará, inevitavelmente, por um processo de upgrade. Os servidores já não suportam mais o tráfego e o hardware torna-se obsoleto, obrigando a aquisição de novas tecnologias e servidores que deem conta do recado.

Existem vários guias e dicas para realizar um upgrade de maneira apropriada. Mas e se o investimento não trouxer o resultado esperado? E se você acabar gastando mais do que imaginava?

Num mundo ideal, isso não aconteceria. Aliás, nunca pensamos que isso poderia acontecer. Todos os riscos seriam levados em consideração, você analisaria o orçamento disponível para o investimento e o upgrade seria colocado em prática da melhor maneira. De um modo geral, nos precavemos de todas as formas para evitar contratempos. É necessário, porém, pensar na possibilidade das coisas não saírem como o planejado e considerar o lado negativo – e realista – da moeda.

Quando tudo sai errado, devo realizar um downgrade?

Veja a resposta a seguir!

 

O que devo levar em consideração?

 

Ao notar que se está gastando mais do que espera, tente compreender a maneira que seu site funciona. Há picos de tráfego? O funcionamento do site continuará o mesmo caso o downgrade ocorra? A experiência de navegação do usuário final será prejudicada?

Em seguida, analise seu próprio site. Trata-se de um blog pequeno, com postagens periódicas de conteúdo? Ou então é um portal recheado de publicações variadas e e-commerce? É com base nisso que você deve definir se seu servidor atual é adequado para a realidade de sua página.

Um servidor dedicado representa a melhor opção em performance, mas será que seu site exige um servidor dedicado? Uma hospedagem compartilhada é menos custosa, mas e se ela não for o bastante para sua página? Pense na própria demanda como fator decisório nesse tipo de situação, e tenha a certeza de ter ao menos um rumo traçado.

E se você utiliza um servidor virtual com opção de escalabilidade, o downgrade é ainda mais seguro, pois basta se assegurar de que o servidor dará conta dos picos de tráfego, e tudo correrá bem.

A partir do momento em que você conhece seu site e a maneira com que seu público se comporta, é necessário pensar financeiramente.

 

 

Levando o orçamento em consideração.

 

Talvez o prejuízo inicial se reverta. Talvez a mudança traga uma receita negativa, mas que tende a mudar com o passar do tempo. Dar tempo ao tempo, nesse caso, é uma boa pedida, mas vale lembrar que uma análise do seu orçamento se faz necessária. Só assim, você terá certeza de que a perda recente de dinheiro não perdurará.

A análise do crescimento da empresa também é válida. Se você percebe que a tendência da empresa é crescer e que logo o hardware atual se fará necessário novamente, não realize o downgrade. Melhorar a tecnologia, diminuí-la para em seguida aumenta-la novamente trará mais prejuízo do que manter o hardware da maneira que está.

 

 

E, só depois, tome a decisão!

 

Você pensou na maneira que seu site funciona, levou em consideração o tráfego e o comportamento de seu público, e ainda pensou na quantia disponível para investimentos com tecnologia e desenvolvimento. Pensou também no crescimento gradual de sua empresa e no tráfego em potencial que a mesma conquistará. Esses são os elementos necessários para se tomar uma decisão como essa. Só depois de levar tudo isso em conta, decida se fará ou não o downgrade.

Vale a pena levar um último aspecto em consideração: a facilidade. Mudar de servidor ou de hardware será prático, ou pode se revelar uma verdadeira dor de cabeça para você e para sua empresa de hospedagem? Se o downgrade representar um processo penoso e uma economia pífia, talvez não valha a pena fazê-lo.

Basicamente, realizar o downgrade de hardware é uma decisão tão (ou mais) importante do que pensar na possibilidade de um upgrade.

Você já passou por uma situação similar? Qual decisão foi tomada e como isso afetou sua empresa? Não deixe de compartilhar suas experiências com a comunidade do Dicas de Hospedagem através da seção de comentários!



Você também vai gostar de:

Share This