web analytics

fishbowl-470

Não, esta não é uma publicação que tratará de maneira técnica a migração de um site para um novo servidor. Nós não faremos um passo a passo de como migrar seu site nem listar as melhores empresas de hospedagem para realizar esse tipo de tarefa – ou talvez façamos tudo isso, mas esse não é o foco.

Gostaríamos de começar a postagem de hoje com uma pergunta: você está satisfeito com a empresa de hospedagem que presta serviço para você? Seu site funciona corretamente e proporciona a melhor experiência de navegação para os usuários que o acessam? E quanto a você, proprietário do site: consegue administrar tudo sem grandes problemas?

 

 

 

Se você respondeu “sim” para todas as perguntas acima, parabéns! Seu site está hospedado num bom servidor e tem uma empresa de hospedagem que cumpre corretamente seu papel.

Entretanto, se você respondeu “não” para pelo menos uma dessas perguntas, significa que é preciso rever a empresa que você contratou, bem como as outras opções disponíveis no mercado.

 

 

Considerando a migração

 

De início, algumas pessoas podem considerar a migração impossível. Como transferir todo um site para outro servidor, afinal? Não é necessário refazer o site por completo para que ele permaneça no ar através de outra empresa de hospedagem?

Bem, não exatamente. A ideia de migração funciona como uma mudança de casa. Vamos levar os mesmos móveis para outro lugar e tudo permanecerá como estava, com pequenas mudanças que não alteram em nada o resultado final – a não ser resolver o que não estava funcionando como devia, obviamente.

Mas há outro problema: mesmo sabendo da possibilidade de migração, algumas pessoas acham que migrar um site para outro servidor pode ser trabalhoso demais.

Estamos aqui para desmentir isso, e iremos fazê-lo da melhor forma…

 

 

Para qual empresa de hospedagem devo migrar?

 

Bem, agora que você optou pela migração, nada mais justo que você faça um upgrade de qualidade. Isso não significa necessariamente que você deva passar para um servidor dedicado, ou algo parecido: significa que é a oportunidade ideal para que você reveja as suas reais necessidades de tráfego, armazenamento, etc e faça a opção por um plano de hospedagem que melhor atenda.

Talvez esse infográfico te ajude nessa tarefa:

 

Como escolher um plano de hospedagem de sites

Infográfico: como escolher hospedagem de sites

Dicas para ajudar na migração para uma nova hospedagem

 

Primeiramente, se você optar pela migração, evite entrar em contato com sua empresa de hospedagem atual assim que decidir mudar de servidor para informar o cancelamento do plano. Eles podem tirar seu site do ar e eliminar todo seu conteúdo, impedindo o backup das informações necessárias para a migração.

Depois, certifique-se de que a nova empresa de hospedagem utilize o mesmo painel de controle que você usava antes – sempre damos preferência para o cPanel. Através dele, é possível baixar o backup realizado anteriormente e, com isso, dar início a transferência. Conteúdo, imagens, artigos, produtos, serviços, tudo vai para o novo site… Até mesmo seu domínio pode ser migrado. Nesse momento, consideramos válida uma pesquisa entre as empresas de hospedagem focando nas que oferecem algum tipo de ajuda com a migração, desde ferramentas diferenciadas até planos que incluam o serviço de migração.

Por fim, certifique-se de que o site continua funcionando corretamente. Note se as melhorias propostas pela nova empresa de hospedagem realmente condizem com o prometido e não se esqueça de cancelar o plano firmado com a antiga empresa.

Pode não ser das tarefas mais simples, mas também não é tão trabalhoso com muitos pensam. Basta um pouco de pesquisa, paciência e planejamento.

 

 

Começando a aceitar a migração para uma nova hospedagem

 

Depois de descobrir que é possível migrar um website para outro servidor e que fazê-lo não é tão complicado quanto parece, outra questão surge para oferecer mais resistência: o SEO. Será que os usuários migrarão também para o novo site? Será que os termos de busca, hashtags e todos os outros elementos do SEO ficarão em dia após essa mudança?

A resposta é das mais simples: se, com a mudança, você fornecerá uma melhor experiência de navegação, mais velocidade e menos problemas, consequentemente o público que acessa seu site aumentará exponencialmente. Sendo assim, seu SEO é beneficiado e seu site subirá algumas posições no ranking dos principais buscadores.

Quanto aos outros elementos que ajudam em SEO, como hashtags, marketing de conteúdo, homepage organizada e o bom uso das mídias sociais, lembre-se que tudo isso migrará junto com seu site para o novo servidor – com exceção, claro, das suas páginas nas redes sociais, que não são afetadas pela mudança.

Você já passou pelo processo de migração? Está pensando em fazê-lo? Compartilhe suas experiências e dúvidas sobre o assunto através da seção de comentários!



Você também vai gostar de:

Share This