web analytics

Já mostramos aqui os benefícios de possuir um site pessoal. Entretanto, para poder arcar com as despesas que um site acarreta, é preciso ter certa quantia monetária disponível. Para você, que deseja fortalecer a presença de sua empresa na Internet, mas não pode gastar muito, já considerou a ideia de criar um blog pessoal? Muitas vezes, um blog pode ter os mesmos efeitos de um site e, por ter funcionalidades simples, não é necessário investir muito dinheiro.

Antes de começar, porém, você precisa de uma hospedagem de confiança. Só assim, o blog poderá atingir todo seu potencial. Por isso, trataremos aqui a maneira mais apropriada de escolher um serviço de hospedagem de qualidade, para que você contrate a melhor hospedagem de sites para blogs!

 

Como escolher a melhor hospedagem de sites para seu blog pessoal?

 

Primeira dica: escolha o WordPress como sua plataforma

 

O WordPress é uma das plataformas mais populares atualmente para blogar. É possível se registrar gratuitamente, mas há um risco. Diversos usuários já tiveram seus blogs excluídos de repente e sem motivo aparente – inclusive, já tratamos desse assunto de maneira abrangente em outro artigo. Sabemos como isso pode ser frustrante – sem contar no impacto negativo que pode causar em sua empresa e em todos os visitantes conquistados, que provavelmente encontrarão outro blog para acessar – logo, recomendamos que você utilize um domínio e um servidor próprio. Dessa maneira, ninguém apagará seu blog sem sua permissão.

O WordPress é uma plataforma simples e fácil de instalar. Com ele, as possibilidades são infinitas! Pense em utilizar SEO para otimizar seu site em WordPress.

 

 

Segunda dica: utilize a hospedagem CPanel

 

Há a hospedagem por Windows e por Linux. O WordPress funciona em ambos, mas, por ter sua base em PHP, funciona melhor em um servidor do Linux. Ainda assim, se você pretende usar a hospedagem Windows, considere substituí-la pela hospedagem CPanel, que possui recursos fáceis de usar. No painel de controle há uma ferramenta que possibilita a instalação do WordPress e de todas suas funcionalidades sem a necessidade de downloads. Em poucos cliques, você estará pronto para começar seu blog!

 

 

Terceira dica: reputação conta!

 

Quando for contratar o serviço de hospedagem, pense na reputação do mesmo. Geralmente, ela é divulgada em fóruns e blogs especializados por usuários que obtiveram boas experiências. Se houver poucas informações sobre a empresa de hospedagem na Internet, desconfie… Provavelmente, estarão oferecendo serviços nada profissionais e prejudiciais ao desenvolvimento de seu blog. Sempre opte por empresas de hospedagem com anos de experiência e satisfação para oferecer! Na dúvida, vale a pena consultar nosso Ranking Nacional das Melhores Empresas de Hospedagem de Sites do Brasil.

 

 

Quarta dica: suporte personalizado

 

Você não quer contratar de um serviço que te ignora depois que você faz o pagamento. Sabemos que isso é bem comum, e por isso é valido mencionar aqui. Quando você coloca seu blog no ar, problemas podem ocorrer… Por exemplo, a decodificação dos caracteres está perfeita quando você visualiza sua postagem, mas quando ela é postada de fato, caracteres com acentos são substituídos por símbolos e a pontuação desaparece. Ou então, quem sabe seu serviço de e-mail esteja com problemas… Enfim, são muitos detalhes e alguma coisa pode dar errado. Nestes casos, você precisa contar com o departamento de suporte para saber o que fazer.

Empresas de hospedagem costumavam terceirizar o departamento de suporte, que geralmente não possuía as ferramentas necessárias para prestar um bom serviço. Entretanto, isso mudou com o passar dos anos… E mudou para melhor! Grande parte das empresas – aquelas com anos de experiência, lembra-se? – oferecem um suporte personalizado e de qualidade.

Em suma, o blog tende a atender suas necessidades num primeiro momento, mas a experiência pode ser prejudicada se a empresa de hospedagem não for de confiança. Com um serviço que deixa a desejar, você pode ter muitos problemas com seu blog e o retorno obtido pelo mesmo não compensará tanto a ponto de mantê-lo no ar. Portanto, pense bem antes de escolher a empresa de hospedagem! Algo que parece ser tão simples e trivial pode determinar o sucesso de seu blog.

Se você já passou pela experiência referida aqui e conhece outras dicas que podem ajudar na criação e no desenvolvimento de um blog, compartilhe-as nos comentários!

 



Você também vai gostar de:

Share This