web analytics

Qual o melhor sistema de gerenciamento de conteudo

Nós sempre falamos que o WordPress é a melhor opção – e não iremos nos contradizer agora, só porque o tema dessa publicação envolve outras plataformas de gerenciamento de conteúdo. O WordPress realmente mostra-se ideal pela compatibilidade com os mais variados tipos de sites, bem como com os mais variados níveis de conhecimento dos usuários em programação e codificação, além da disponibilidade de plugins com diversas funções para facilitar as tarefas que envolvem a administração de um site.

Não podemos esquecer, porém, que existem outros sistemas de gerenciamento de conteúdo e, dependendo da sua necessidade, um ou outro se revela mais apropriado.

Para facilitar a vida de nossos ávidos leitores, nós faremos as perguntas certas para que todos consigam definir a melhor plataforma para o gerenciamento de conteúdo de seus respectivos sites – e, se deixarmos de fazer a pergunta que você faria, não deixe de compartilhá-la conosco na seção de comentários!

 

 

1. Como é o site que você vai construir? Qual será o conteúdo?

 

Não iremos sugerir nenhum sistema de gerenciamento de conteúdo aqui, mas para responder a primeira pergunta, basta imaginar como será o site quando estiver finalizado. Em seguida, pesquise por sites criados nas plataformas que você está considerando, para ter uma ideia de como ficou o resultado final de cada um deles. Através dessa comparação e do estabelecimento de uma similaridade com o que você imagina para seu próprio site, é possível definir a plataforma ideal – ou a que mais se aproxima do que você considera ideal.
Outro ponto que deve ser levado em consideração é o conteúdo. Você fará publicações no estilo clássico dos blogs, com textos e imagens, ou vai utilizar outros recursos, como áudio e vídeo? Se você utilizar uma plataforma que não está pronta para o conteúdo que pretende publicar, irá se sentir limitado e sem as ferramentas apropriadas para trabalhar corretamente em seu website.

 

 

2. Quão além vão seus conhecimentos?

 

Nessa, vale a sinceridade: quanto você conhece de programação? Você sabe mexer com códigos html, recursos multimídia, interfaces complexas e tudo que envolve os sistemas de gerenciamento de conteúdo?
Em suma, algumas plataformas são mais complicadas de usar do que outras – mas essas mesmas plataformas compensam pelas opções que dispõem. Logo, é preciso saber se você está pronto para utilizar uma determinada plataforma, já que, em caso de negativa, você pode desistir de seu site antes mesmo de conseguir coloca-lo no ar.
Se você se considera um novato ou está começando a aprender sobre os sistemas de gerenciamento de conteúdo, recomendamos o WordPress. Com os diversos plugins disponíveis, o WordPress oferece uma variedade imensa de ferramentas com uma linguagem mais simples e interface user-friendly.

 

Especial WordPress

 

3. Como os usuários vão interagir com você?

 

Aqui, temos duas realidades: a dos usuários típicos de sites como o Facebook, mais passivos, que apenas curtem e compartilham o que quer que vejam pela frente, e os que participam mais ativamente através de comentários, que fazem questão de expressar suas opiniões e iniciar verdadeiros debates com outros usuários. Qual dos dois tipos de comportamento você deseja encorajar?
Há até a possibilidade de permitir que usuários compartilhem conteúdos próprios em seu site. Nesse caso, recomendamos sistemas como o Dolphin, o phpFox ou o Drupal. Para interações mais contidas e básicas, o WordPress representa uma boa opção.

 

 

4. Qual a relação da equipe da plataforma com seus usuários?

 

Esse é um ponto que vale a pena ser considerado, apesar de não ser tão importante igual aos outros. A relação da equipe da plataforma com seus usuários representa, em outras palavras, quão disponíveis ela está para a eventual resolução de problemas. Lembre-se que essa equipe não vai oferecer o mesmo suporte de uma empresa de hospedagem, por exemplo, mas é interessante manter os usuários tranquilos nesse quesito.
Se a equipe da plataforma não seria uma equipe que você gostaria de dividir uma sala e trabalhar diariamente, por exemplo, talvez seja interessante continuar procurando por um sistema de gerenciamento de conteúdos mais apropriado para sua necessidade.

 

 

5. Quanto você tem disponível para investir no site?

 

Diversas plataformas são gratuitas, desde o WordPress, o Joomla! e até o Drupal. O problema é que, dependendo das suas necessidades, esses sistemas podem não oferecer as ferramentas ideais para seu site. Sendo assim, analise quanto você pode investir no site e procure por uma plataforma que esteja de acordo com o seu orçamento.

Perceba que nós não focamos a publicação na indicação de esta ou aquela plataforma. Com uma mera busca no Google, é possível saber quais plataformas existem e, em seus respectivos sites oficiais, estão todas as informações relevantes e que devem ser consideradas na escolha.

O mais importante é saber O QUE procurar num determinado sistema de gerenciamento de conteúdo – e foi exatamente isso que nós fizemos. A melhor plataforma? Frisamos novamente no WordPress… Mas existem outras que podem ser mais apropriadas para seu site.

Qual plataforma você escolheu? Fale na seção de comentários do Dicas de Hospedagem!



Você também vai gostar de:

Share This