web analytics

Iniciamos essa publicação com algumas perguntas:

  • Se você trabalha com marketing, presta algum tipo de serviço ou possui produtos diferenciados para oferecer, é importante ter uma página personalizada para divulgação própria?
  • Proteger seus próprios trabalhos, como artigos e imagens autorais, é uma preocupação válida?
  • Você investe seu tempo e dinheiro para desenvolver suas páginas na Internet, oferecendo um conteúdo genuíno e experiência de navegação de qualidade?

Se você respondeu sim para qualquer uma dessas questões – esperamos que para as três – você compreende que possuir um site para potencializar a presença de seu negócio na web é importante. Entretanto, não é necessário criar verdadeiros portais com toneladas de conteúdos e milhares de links, imagens e vídeos. Muitas vezes, um site pessoal basta para suprir sua necessidade.

 

Mas o que é exatamente um site pessoal?

Criação de sites pessoaisTrata-se de uma página – ou um agrupamento de páginas – desenvolvidas por alguém que deseja falar sobre si mesmo. Isso não significa que o usuário falará sobre sua vida no website. O conteúdo disponível é pessoal, ou seja, ele pode ser voltado para um assunto que o usuário aprecie, seus interesses, ideias, família, amigos, dentre outros. Neste caso, encontramos sites que falam desde personalidades da TV e do cinema até sites que discorrem sobre comunicação, tecnologia e informática.

Além de possibilitar ao usuário a personalização completa, o site pessoal é mais fácil de localizar nos buscadores. Uma das razões para isso acontecer é justamente o conteúdo genuíno que pode ser compartilhado nesses sites. Como já falamos anteriormente, os usuários buscam websites que tratem dos assuntos que gostam de uma maneira única e útil. Se você cumpre essas exigências, ganhará acessos, compartilhamentos nas redes sociais e, consequentemente, um bom posicionamento nas ferramentas de busca. Se você possui um perfil no Facebook, outro no Twitter e um site pessoal atualizado que trata de um determinado assunto, tente procurar por você mesmo no Google ou no Bing. Os resultados podem te surpreender.

 

 

A construção de um site pessoal

 

Uma das grandes preocupações na hora de criar um website pessoal é o uso de HTML. São poucos os que dominam os código, e ele pode ser utilizado na construção do site, mas não é obrigatório. A maioria dos melhores serviços de hospedagem possuem construtores de sites fáceis e simples de usar, como o Wix. Você só precisar clicar, copiar o conteúdo desejado, digitar o que quiser e pronto! Seu site pessoal está finalizado. Obviamente, você pode editar todo conteúdo previamente publicado, e, com isso, permanecer no controle do que é compartilhado ou não com os usuários.

Com os avanços da Internet, que se tornou cada vez mais rápida e ainda exibe sinais de avanço, tanto no Brasil como no mundo, é possível publicar em seu site conteúdos gráficos que, na conexão que utilizávamos na década de 90 e no início da década 2000, tornariam o site lento. Isso só aumenta o leque de possibilidade do que pode ser publicado e, principalmente, como o conteúdo atingirá os visitantes. Pense nisso!

 

Por que as pessoas criam sites pessoais?

Há milhares de razões, mas todas se resumem em uma: as pessoas gostam de escrever sobre si mesmas. Isso já é o bastante para o surgimento de sites sobre os mais variados assuntos, já que os interesses de uma pessoa dizem muito sobre ela.

Você pode gostar do São Paulo e criar um site sobre o time… Ou então, você seja fã do seriado Lost e queira compartilhar suas teorias com outras pessoas. Você pode mostrar imagens de sua família, ou então criar seu próprio diário online. Se você deseja acessos ou então divulgar seu trabalho, pode desenvolver um conteúdo informativo e atual sobre o segmento em que seu negócio está inserido. As possibilidades são diversas, e o limite acaba por ser sua própria criatividade.

Tome cuidado, porém, com as informações pessoais! É possível filtrar o que você pode ou não compartilhar com o mundo. Só divulgue seu sobrenome se considerar seguro e necessário. Só exponha imagens de terceiros com seu consentimento. Adicione um pouco de segurança ao site pessoal, e poderá tirar proveito máximo do mesmo.

 



Você também vai gostar de:

Share This