web analytics

Marketing por e-mail funciona?

E-mail marketing funciona

Já falamos em outras oportunidades sobre marketing de conteúdo, estratégias de SEO, utilização das redes sociais e diversas outras práticas e ferramentas que podem aumentar o tráfego de seu site ou blog. Muitos não dão a devida atenção, entretanto, para uma das ferramentas mais antigas, a sobrevivente diante de tantos avanços tecnológicos e das diversas modinhas lançadas na web: o e-mail.

Com a popularização dos instant messengers, como o finado MSN, o Skype e o extremamente popular Whatsapp, o e-mail parece ter perdido a força – mas, felizmente, só parece. Por mais que a comunicação instantânea seja mais atrativa que o e-mail para a socialização e conversas de cunho mais pessoal, os usuários ainda confiam na efetividade e na segurança proporcionada pelo endereço eletrônico. Prova disso é que você que está lendo essa publicação possui um e-mail, assim como seu pai, sua mãe, seus amigos, parentes e grande parte das pessoas que você conhece.

Ainda não está convencido do quão contemporâneo o e-mail é? Pois bem, aqui vai o argumento final: para se cadastrar no Facebook ou realizar uma tarefa simples, como assinar o feed de notícias de algum site que você tem o costume de acessar, do que é que você precisa? Sim, de um e-mail!

 

 

Ter um e-mail pode ajudar meu negócio a crescer?

 

Não só pode, como é um dos aspectos principais dentro de qualquer estratégia de marketing. Como exposto acima, nem todos tem Facebook, nem todos tem Twitter, mas todos possuem uma conta de e-mail.

Com o e-mail, você pode medir o alcance de sua propaganda e, com base nisso, trabalhar naquilo que considerar válido. O custo é baixo e qualquer tipo de retorno é proveitoso, até mesmo aquele que leva você a concluir que algo deve ser modificado na sua estratégia de marketing.

Trabalhando em torno da ideia do e-mail como uma maneira de divulgar sua empresa, é possível conquistar feitos proveitosos para seu site, como tráfego direcionado e o estabelecimento de um canal estável para comunicação. Tudo isso sem contar no quesito segurança: o Google determina sua posição no ranking de SEO, a equipe do Facebook ou do Twitter tem autonomia para suspender sua conta, mas ninguém além de você controla seu e-mail.

 

 

Outros fatos que comprovam a efetividade do e-mail

 

O e-mail te dá liberdade para definir sua estratégia de marketing. Prefere notificar os usuários sempre que um novo conteúdo é publicado? Pretende apenas divulgar algum novo produto ou serviço? Quem sabe criar promoções que contemplam apenas os inscritos no seu feed?

São várias opções, basta usar a criatividade – ou, se preferir, há algumas empresas que prestam esse tipo de serviço. Com algum investimento, é possível contratar um terceirizado que cuida de todo o marketing via e-mail. Você pode descobrí-los com uma simples pesquisa no Google.

Um fato curioso diante de tantos pontos positivos que expomos aqui é que diversas empresas optam por não aplicar a divulgação via e-mail em suas estratégias de marketing. Muitos consideram a prática ultrapassada ou nociva, mas poucos se dispõem a fazê-la da maneira correta e, consequentemente, poucos conseguirão desfrutar dos bons resultados que podem ser conquistados a partir dela. Sendo assim, se você planejar e executar o marketing via e-mail do jeito certo, poderá se destacar diante dos demais.

Só para exemplificar, nem toda propaganda via marketing é necessariamente um spam. Você pode aliar algumas promoções junto à divulgação de seu site. Que tal oferecer um ebook gratuito para quem se inscrever, e tornar essa prática constante? A cada mês, uma bonificação diferente contemplará os usuários que se inscreverem em seu feed de notícias. Isso pode e provavelmente irá atrair mais assinantes. Vale a pena considerar essa ideia!

Quando se dedica tempo e planejamento para evitar que sua mensagem fique perdida em meio a tantas outras, percebe-se que as pessoas podem responder positivamente a um e-mail comercial. Para obter um resultado satisfatório no marketing via e-mail, pensamos em algumas estratégias para conseguir mais inscritos e, com isso, aumentar exponencialmente o número de pessoas que estarão abertas às novidades de seu site e de seu negócio.

Vamos a elas?

 

 

Ideias para aumentar sua lista de inscritos

Lista de email

Poderíamos enumerar diversos “faça isso, faça aquilo”, mas começaremos do princípio de que você estará lidando com pessoas. Essas pessoas têm suas vidas, suas preferências e um determinado tempo para dedicar à visualização de e-mails. Sendo assim, tente não ser inconveniente a ponto de encher a caixa de entrada dos usuários com mensagens desnecessárias. Não é qualquer mudança em seu site ou na sua empresa que é relevante o suficiente a ponto de ser compartilhada com as pessoas que se inscreveram em seu feed de notícias. Essa repetição pode atrapalhar, já que tem o potencial de ser caracterizada como o temível spam. O aspecto prejudicial nesse caso é maior do que se imagina: além de ser evitado pelos usuários, o spam vai automaticamente para o lixo eletrônico do e-mail, ou seja, ele só será visualizado quando estiver prestes a ser apagado pelo dono da conta.

O segredo é conhecer seu público, e uma boa maneira de descobrir o que os usuários querem é compreendê-los e ouvi-los. Para isso, alie o marketing via e-mail ao marketing de conteúdo. Compartilhe sempre publicações relevantes e proveitosas para os usuários. Dessa maneira, mesmo que algumas pessoas não gostem de uma ou outra publicação, poderão opinar através de comentários em seu site sobre algo que gostariam de ver. Isso colabora com seu SEO e com a própria imagem da página – isso é, se você se lembrar de responder as manifestações dos usuários!

Além dos pontos citados, as pessoas devem se sentir seguras quando forem adicionadas à sua lista. Sendo assim, evite ser invasivo com perguntas pessoais. Não é necessário obrigar o usuário a preencher um formulário extenso para conseguir assinar seu feed. Peça apenas o e-mail e o nome. Se considerar algum outro dado válido, pode solicitá-lo, mas tenha o bom senso de não exagerar. E, mesmo que os usuários não precisem fornecer muita informação a principio para se inscreverem, você deve deixar claro que todos os seus dados permanecerão privados. Não meça esforços para convencê-los de que suas informações não serão repassadas ou vendidas para terceiros.

 

 

O que pode ser aplicado no site para expandir a lista de usuários?

 

Além do conteúdo de qualidade e da ideia de compartilhar apenas o que for válido via e-mail, alguns elementos podem ser aplicados no site para facilitar o processo de inscrição. O interessante é que esses elementos são diretamente opostos: o primeiro é disponibilizar os botões de inscrição em todas as áreas do site, já que nem sempre o usuário irá acessá-lo pela homepage. Considere alguns plugins que criem pop-ups com a opção de inscrição e mantenha os botões bem visíveis por toda a página.

O segundo ponto é deixar a opção de desfazer a assinatura do feed tão visível quanto à de se inscrever. De preferência, coloque um link com essa função no final de cada mensagem enviada pelo endereço eletrônico. Dessa maneira, o usuário ficará ciente de que não está preso a seu feed e pode deixar de assiná-lo quando for conveniente – e não se preocupe: ao invés de afastar as pessoas, essa escolha dada por você irá atraí-las!

Alie todas essas práticas a um planejamento para definir objetivos e determinar meios de cumpri-los, e logo você perceberá na prática que o marketing via e-mail irá ajuda-lo a aumentar o tráfego de seu site e estreitar os laços com seu público.

Você conhece alguma outra prática para expandir sua lista de usuários? Compartilhe sua opinião referente ao assunto abordado aqui deixando seu comentário!

 

E por falar em lista de email…

Você já está inscrito na lista do Dicas de Hospedagem? Nós enviamos alguns emails ocasionais com novidades dos artigos do site e dicas – inclusive dicas exclusivas para a lista de emails!

 

 



Você também vai gostar de:

Share This