web analytics

Dicas para criação de conteúdo para seu siteO marketing de conteúdo é constantemente considerado uma opção eficaz de promover seu website. Entretanto, algumas empresas de pequeno ou médio porte parecem não compreender o potencial que este meio possui, enquanto outras até entendem e tentam utilizá-lo, porém o fazem de maneira inadequada – o que pode gerar, como consequência, o atributo de spam ao conteúdo desenvolvido.

As formas tradicionais de divulgação estão diminuindo, e isso é inevitável. Clientes geralmente se sentem insatisfeitos quando são bombardeados por propagandas cansativas e constantes de produtos e serviços, independente da qualidade deles. É só tentar assistir a qualquer programa de TV que possuam algum tipo de merchandising durante as atrações, ou então os famosos tapa-buracos que as emissoras transmitem, que nada mais são do que programas voltados unicamente a apresentação de um produto ou serviço. Minutos – ou, em alguns casos, horas – de programação são perdidos, o que força o telespectador a optar por outro canal.

O que está errado? Nos dias hoje, a tendência é produzir e oferecer algo de valor para que os clientes escolham sua empresa. Um artigo informativo que trate de um assunto recorrente na atualidade e tenha relação com a área em que seu negócio está inserido é um exemplo que ilustra bem essa questão. Em meio dessa necessidade, nasce o conceito de marketing de conteúdo, já utilizado das mais diversas formas por mais de um século – logo, se você ainda não considerou usá-lo, percebe o quão atrasado está?

 

 

Comece a utilizar o marketing de conteúdo corretamente!

Importância do Marketing de Conteúdo

O primeiro passo é produzir um conteúdo de qualidade para seus clientes sem deixar subentendido seus próprios produtos ou os serviços prestados por sua empresa. Dessa forma, você conquista a lealdade dos clientes, o que gera confiança e, consequentemente, conversões. Percebe a diferença entre o procedimento citado e as exaustivas propagandas que as empresas impõem para seus clientes?

Há várias maneiras de desenvolver o marketing de conteúdo. Não pense apenas nos longos artigos cheios de informações proveitosas. Todos sabem que a maioria dos usuários não lê de fato o conteúdo que pesquisa, preferindo apenas “passar o olho” de maneira superficial, rápida e dinâmica. E, acredite, há muito conteúdo na Internet voltado exatamente para esse perfil de usuário. Aprenda a usá-lo para se destacar entre os demais.

 

 

Os diversos tipos de marketing de conteúdo

 

Claro, artigos longos e cheios de informações representam uma boa maneira de aplicar o marketing de conteúdo, uma vez que eles tendem a ser compartilhados pelos usuários, mas há maneiras mais efetivas de usar esse conceito em sua forma mais pura. Veja algumas abaixo:

Gráficos informativos: esta é uma maneira de empregar efeitos visuais e chamativos. Inclusive, é possível adaptar um artigo longo e torna-lo um gráfico. Distribua trechos do mesmo entre a parte visual e torne sua leitura mais atrativa.

Vídeos: não é segredo que a maioria das pessoas prefere assistir ao invés de ler. “Não vou ler o livro, prefiro esperar pelo filme”, ou “Vou assistir a vídeo-aula ao invés de ler a apostila” são frases comumente ouvidas. Portanto, que tal transformar um artigo longo em um vídeo? 

Outra maneira de conquistar a confiança dos clientes é através dos vídeos explicativos. Por exemplo, se você trabalha como veterinário, por que não criar vídeos sobre a higiene dos cachorros ou sobre a melhor opção para rações? Apesar de não estar sugerindo a compra de nenhum produto que você comercializa ou implorando para que o cliente leve seu animal de estimação até sua clínica veterinária, você está compartilhando dicas valiosas e pode, inclusive, linkar seu site ao vídeo em questão. Os clientes farão a conexão.

Pense, também, na possibilidade de fazer vídeos-seminários. Essa é uma maneira de estreitar a relação entre sua empresa e o cliente. Vamos explicar: consideremos um exemplo em que o cliente envia uma dúvida através do SAC de sua empresa. Ao invés de responder apenas a ele, crie um vídeo e exponha a pergunta feita e as orientações que resolvem o problema.

Por falar em vídeo, vale a pena conferir o Whiteboard Friday sobre criação de conteúdo, no ponto de vista competitivo. Como assim?? Bom, com o tema em pauta e cada vez mais popular, saiba que não é só você que está investindo em conteúdo de qualidade: seus concorrentes também estão. 

 

Revista: outra opção válida é a distribuição de uma revista periódica. Ela pode conter notícias, artigos sobre o segmento em que seu negócio está inserido, entrevistas com personalidades da área, dentre outros. É dito que um consumidor só considerará uma empresa como uma opção de compra ou contratação de serviço após visitar o site da mesma pelo menos sete vezes. Logo, atualize constantemente a revista com um conteúdo diferenciado e conquiste a confiança do público. Caso você não possua renda disponível para imprimir uma revista, lance uma versão virtual. Os usuários podem se inscrever em seu site e receber a revista por e-mail.

 

Mídias sociais: utilize as mídias sociais a seu favor e melhore seu ranking nos mecanismos de busca! Nelas, é possível divulgar promoções e concursos culturais. Poste o conteúdo desejado no Facebook, no Twitter ou no Google+ e conquiste mais usuários. Eles poderão fazer o marketing por você, compartilhando suas postagens e indicando sua empresa para os amigos. Entretanto, não cometa o erro de compartilhar apenas o seu próprio conteúdo. Compartilhe pelo menos 70 ~ 80% do conteúdo de outras empresas que tenham alguma relação com a sua. Dessa maneira, você firmará parcerias e tornará sua marca na web ainda mais forte.

Com tantas empresas no mercado, o cliente possui muitas opções. Logo, conquista-lo torna-se uma tarefa trabalhosa. Atribuir valor a seu site – e considerando-o como uma das ferramentas primárias de divulgação de seu negócio – pode facilitar esse processo, e o marketing de conteúdo representa um meio satisfatório de fazê-lo. Lembre-se de sempre manter o foco na lealdade e, principalmente, na confiança dos clientes. Muitas vezes, isso é mais importante do que continuar empregando propagandas exaustivas para concretizar vendas e correr o risco de denegrir a imagem de seu negócio.

 



Você também vai gostar de:

Share This