web analytics

Desde que o Cloud Computing começou a ser utilizado e os usuários começaram a ter a oportunidade de armazenar ou compartilhar dados na web, o risco de se ter informações vazadas na web é real. Mesmo com toda a tecnologia de segurança que existe, os casos de vazamentos de senhas como as do Twitter, da rede da Sony e, mais recentemente, do LinkedIn, Last.fm e e-harmony mostram que todo cuidado é pouco. Por isso, o Dicas de Hospedagem vai mostrar algumas dicas sobre o que fazer para se proteger do vazamento de senhas. 

 

Roubo de senhas

Senha segura

É um conselho relativamente batido, mas nunca é demais lembrar. Ter uma senha segura elimina e muito as chances de ter a sua conta invadida. Não importa a situação. Por exemplo: no caso do vazamento do LinkedIn, apenas as senhas mais simples conseguiram ser “descriptografas” pelos invasores. Se uma boa senha dificulta a ação de “grandes hackers”, ela torna quase impossível a invasão da sua conta. Seja de uma rede social, do seu banco ou de administração de seu site. 
Entende-se por senha segura uma palavra chave que não seja nenhuma referência batida. Não adianta você tem uma senha para o admin com o nome de “admin”. Não utilize palavras que estejam no seu nome também e palavras muitos comuns como “Brasil”, “internet’ e “computador”. A senha deve ter no mínimo 8 caracteres. A preferência é misturar números, letras e caracteres especiais como os asteriscos (*) ou sustenidos (#). Também é bom misturar maiúsculas e minúsculas. 

 

o entregue a sua senha de bandeja

Criar uma senha hiper segura não adianta de nada se você a entrega de bandeja. Há diversas formas de se formas de se fazer isso sem percebermos. A primeira delas é na utilização de computadores públicos. Por muitas vezes, colocamos as nossas senhas em computadores compartilhados e não limpamos dados de navegação. Mesmo que seja no computador de um amigo ou pessoa de confiança, nunca se sabe quando um hacker pode invadir esse computador. 

Veja este infográfico publicado no dailystatistic sobre um estudo das senhas mais comuns da web:

Infográfico de senhas mais comuns

A segunda forma de se entregar uma senha é justamente abrindo espaço para uma invasão. No caso de um computador em que você utiliza para fazer logins importantes, é preciso tomar muito cuidado onde se navega. A cada ano, o Google tira do ar 10 mil sites que contém arquivos maliciosos. Muitos deles podem ser responsáveis por roubar uma senha sua. 

 

Outro problema está nas tentativas de roubos de senha por e-mail. Nunca responda a e-mails suspeitos. O mesmo deve-se fazer ao aceitar comentários para o seu site. Nunca aceite comentários que tenham códigos html. Por fim, evite repetir senhas em diversos serviços. Por mais que seja difícil decorar diversas palavras-chave, o ideal seria deixar uma senha para cada serviço. 

 

O que fazer no caso de vazamentos de senhas

Recentemente o Dicas de Hospedagem falou sobre o que não fazer em termos de segurança de sites. Se as empresas anunciarem problemas como as citadas no início do texto, troque imediatamente as senhas. E se esta palavra for a mesma de outro serviço, faça a troca também. É impossível se proteger totalmente desses problemas, mas medidas como essas podem minimizar os riscos. 



Você também vai gostar de:

Share This