web analytics

Se o mercado de serviços de armazenamento e sincronização de arquivos em nuvem já parecia selvagem (veja aqui os melhores serviços de armazenamento em nuvem que já avaliamos), agora a situação ficou ainda mais complicada (para as empresas) e interessante (para nós, consumidores): a Amazon anunciou que seu Cloud Drive agora faz sincronização total dos arquivos, e não apenas músicas e fotos.

Com isso, a famosa empresa de comércio eletrônico e computação em nuvem (entre outras atividades) entra agressivamente no mesmo mercado que o Dropbox, que usa a própria infraestrutura da Amazon para funcionar.

Além de oferecer recursos parecidos, o Cloud Drive da Amazon dá uma conta gratuita com 5Gb de armazenamento, e tem uma política de preços que chega a ser 50% menor que os do Dropbox. Por exemplo, 100Gb de armazenamento no Cloud Drive saem por $50/ano, enquanto que o mesmo espaço no Dropbox sai por $99/ano. Segundo a Amazon, a redução de preços vai continuar, o que é uma excelente notícia para os futuros usuários.

Para que o Cloud Drive emplaque de fato, é preciso que supere o Dropbox em uma estratégia que já provou sua eficácia: ampla adesão de usuários e aumento constante da base de clientes através de convites e bônus para quem convida e é convidado. Só o tempo dirá se apenas a estratégia de preços baixos é capaz de tornar o Amazon Cloud Drive popular.



Você também vai gostar de:

Share This