web analytics

Considerada a primeira empresa de hospedagem exclusivamente voltada para WordPress no Brasil, a BlogLite foi pioneira ao assumir esse mercado no Brasil no começo de 2010, época em que as gigantes da hospedagem brigavam pelo mercado de massa no país.

A BlogLite construiu sua reputação com um serviço impecável e um suporte além do normal para a área. Com isso, conquistou sites e blogs de todo tipo e tamanho, no Brasil e exterior. No começo de 2014, a empresa encerrou a abertura de novas contas com a publicação de uma nota de reestruturação do modelo da empresa, para tristeza de usuários e desenvolvedores da comunidade WordPress.

Hoje, aberto o caminho para hospedagens específicas, é fácil encontrar outros serviços especializados na plataforma WordPress – que já está por trás de mais de 20% de todos os sites na web. E é nesse cenário que recebemos, com grata surpresa, a notícia de que a BlogLite voltou a oferecer serviços de hospedagem WordPress oficialmente.

Uma nova fase em um mercado que andava precisando de novos ares

Ao entrar na página inicial, já nos deparamos com uma promessa forte: Hospedagem WordPress, sem complicação. Essa abertura resoluta fica melhor explicada mais abaixo: “sem painéis de controle”. A proposta é interessante: a empresa cuida de 100% da parte técnica, inclusive gestão de servidor, conta, atualizações, DNS, etc, e o usuário fica com apenas um painel: o do próprio WordPress.

Para usuários mais interessados em gerar conteúdo do que lidar com servidores e configurações de todo tipo, a ideia é muito bem-vinda. Pela primeira vez pode-se dizer que toda a barreira técnica para manter um site WordPress no ar cai por terra. Assim como na BlogLite de outros tempos, o WordPress é entregue já instalado e cuidadosamente configurado e otimizado para desempenho. Isso liberta o usuário da tediosa tarefa de instalar plugins essenciais e configurá-los (é isso o que eles querem dizer com “WordPress em zero cliques”, uma comparação com o que a indústria de hospedagem chama de “instalação em 1 clique”)

A experiência é realmente simples: basta fazer login no /wp-admin do site e começar a usar. A interface é rápida e responsiva (algo que nem sempre é normal quando se fala de WordPress) e todo o essencial já está ali. Basta começar a criar páginas ou posts.

 

A estrutura técnica por trás do desempenho

O site oficial já dá algumas pistas da estrutura técnica que torna possível o WordPress de alto desempenho mesmo nos planos iniciantes: servidores em estrutura de cloud computing, PHP7, discos 100% SSD, CDN inclusa, caching de vários níveis… certamente há algo mais ali, como estrutura otimizada de bancos de dados e memcached/redis, bem como outras boas-práticas – mas deixemos a especulação e fiquemos apenas com a informação pública – afinal de contas, isso é menos importante para o público que não quer lidar com questões técnicas.

O importante é que o WordPress realmente roda rápido. A visão pública do site é uma experiência verdadeiramente veloz, quase instantânea. Mesmo o dashboard (painel de controle) do WordPress é rápido. Ao contrário da experiência com hospedagens comuns, usar o WordPress hospedado na BlogLite é uma tarefa agradável e produtiva.

 

Migração facilitada: cai a barreira final

Se criar novos sites na BlogLite é uma tarefa simples, a migração de sites já existentes segue o mesmo tom: basicamente, o cliente não precisa fazer nada. Nós sabemos o quanto migrações podem ser uma dor de cabeça e como tudo pode dar errado. É por isso que a migração profissional (e gratuita) oferecida pelo serviço é tão interessante: o cliente fornece os dados de acesso do WordPress e a empresa se encarrega do resto.

De fato, a metodologia é bem interessante: eles fazem um backup integral do WordPress, migram para armazenamento na nuvem, e depois transferem para a BlogLite, verificando a integridade dos dados. Só depois de vários testes é que o domínio para a apontar para a nova hospedagem, de modo que o site fica no ar durante todo o processo.

Um usuário do WordPress pode levar muitas horas para fazer isso, e é exatamente por esse motivo que ter um serviço de migração nesse nível (e totalmente gratuito) faz toda a diferença para quem quer finalmente se libertar da hospedagem lenta em que está e finalmente poder usar um serviço especializado em WordPress.

 

Afinal… vale a pena usar hospedagem específica para WordPress?

Essa é uma discussão muito interessante e antiga. Ao abrir espaço para este mercado de hospedagem especializada, a BlogLite precisou mostrar que valia a pena usar um serviço desse tipo ao invés de hospedagens comuns – um artigo deles próprios discute isso, algo que é conhecido informalmente como “Manifesto BlogLite“.

Seja qual for sua opinião a esse respeito, uma coisa é certa: serviços específicos para WordPress, como a BlogLite (pronunciada “blog light”, como eles lembravam antigamente) no Brasil e outras tantas opções do gênero no exterior estão entre as mais bem avaliadas empresas de hospedagem.

Se você já tem ou tem intenção de ter um site em WordPress, a indicação é sólida, portanto.

 

Em resumo

Site: https://www.bloglite.net

Descrição completa do serviço: https://www.bloglite.net/plano-melhor-hospedagem-wordpress-2/

Planos: a partir de R$49 (com garantia de 30 dias)

 



Você também vai gostar de:

Share This