web analytics

Uma das melhores táticas para se obter sucesso e links externos é a criação de campanhas de marketing viral. Afinal, ter um conteúdo que é compartilhado por milhares de pessoas e que garante que o seu nome será muito falado pode ser interessante. Mas mesmo assim, será que vale fazer tudo por um viral. Hoje, o Dicas de Hospedagem de sites vai discutir justamente se vale tanto investir em marketing viral para a divulgação de uma marca na internet. 

Conceito de Marketing Viral

Como dito antes, um viral de sucesso garante a visualização de uma marca por muitas pessoas. Mas é de se pensar realmente o quanto vale a pena ser visto e compartilhado por muita gente se não há foco no que estamos querendo vender. Quando estamos falando de marketing viral, já existem algumas estratégias que são clássicas para fazer que as pessoas compartilhem o seu conteúdo de forma quase compulsiva. 

Uma das mais clássicas estratégias é a criação vídeos de humor. Edições de vídeo que envolvam montagem ou “remixagem” de frases polêmicas de pessoas famosas tem boas possibilidades de virarem um hit no Youtube e nas redes sociais. Porém, é preciso pensar o quão interessante é associar a sua marca com essas ações. Imagine se você tem uma marca com público-alvo mais sério (ex: uma consultoria de negócios) e coloca um remix de “Para Nossa Alegria” no Youtube. Será que vale?

A mesma coisa pode ser vista com mensagens com opiniões fortes a respeito de algum assunto (polêmicas) ou criação de mensagens motivacionais como o “Use Filtro Solar”. Não dá para considerar que todas as empresas ou sites podem investir em todos os tipos de mensagens. Por esses motivos, não adianta sair investindo em tudo que é tipo de conteúdo com capacidade viral. 

Nesse sentido, o melhor a fazer é analisar qual o público que você deseja atingir com uma campanha. Humor pode ser usado para negócios que envolvam o público jovem. Só tome cuidado para o seu próprio negócio deixar de ser levado a sério. Imagine: você confiaria em um tipo de negócio da web que tem como principal estratégia de marketing “trollar” as pessoas? 

Vale fazer uma análise mais aprofundada sobre o que interessa as pessoas que você quer atingir. Pense se a ótica a ser explorada é humor, conselhos, opiniões e também na plataforma a ser utilizada (vídeo, texto, fotos etc.). Se o seu público não pode ser atingido por essas campanhas ou não gosta de compartilhar conteúdo, é melhor deixar a ideia do viral de lado. 

Um último (e talvez mais importante) conselho. Se for pensar em um viral, relacione de alguma forma com o que você está vendendo. Dicas sobre a sua área de atuação podem ter sucesso. Pense na segmentação do seu negócio. Afinal, quem não foca em nada não acaba atingindo ninguém.



Você também vai gostar de:

Share This