web analytics

Depois de ter sido fechado, o site Megaupload agora tem o risco de ter todos os seus arquivos deletados. Isso porque a Carpathia Hosting, uma das empresas que hospedava os dados do Megaupload, está querendo auxílio financeiro para manter os arquivos no ar. No total, esta empresa de hospedagem de sites tem 25 petabytes que estão espalhados por mais de mil servidores em todo o mundo. Segundo os responsáveis do host, isto gera um custo diário de 16 mil reais. 

Carpathia Hosting - Megaupload

Para quem não sabe, 25 petabytes é equivalente a 25 milhões de gigabytes. Com este espaço seria possível hospedar 25 milhões de filmes ou 250 milhões de álbuns de música.

Apesar do desejo da empresa de host, por enquanto não será possível apagar os arquivos. Eles foram informados disso ao entrar com um pedido de emergência no tribunal de Virgínia (EUA). Os arquivos são considerados prova de crime pela justiça e não podem ser modificados. Associações de cinema ligadas a Hollywood querem utilizar os arquivos outrora disponíveis no Megaupload como prova de crime. 

Além disso, há intenção de recuperar arquivos que não sejam considerados piratas e seus autores não tenham mais acesso. Com isto, a empresa não consegue sequer ter acesso aos dados que deseja deletar. Isto só será possível após o fim do julgamento dos proprietários do site. A Carpathia afirma que desde o final do contrato com o site de downloads já teve prejuízo de cerca de 1 milhão de reais. 

O caso Megaupload

Ainda na época que a SOPA dominava os debates no parlamento americano e na internet, uma ação conjunta da polícia americana e neozelandesa fechou o site Megaupload. Como grande parte dos leitores do Dicas de Hospedagem sabem, o Megaupload era um dos sites mais populares de download do mundo. Nesta oportunidade, o proprietário do site Kim Dotcom foi preso e teve todo o seu patrimônio bloqueado. 

A ação acabou gerando muito debate sobre a questão da pirataria na internet. Dotcom teve cerca de 8 milhões de dólares bloqueados. Este dinheiro poderia ser utilizado para pagar a hospedagem dos arquivos, mas como está retido na justiça não pode ser mexido. A própria justiça da Nova Zelândia reconheceu que errou nesta situação, mas que não pode voltar atrás. 

Como os arquivos que estão hospedados pela Carpathia Hosting não podem ser deletados e nem a empresa está recebendo nada pelo armazenamento, a solução pedida foi julgar o caso o mais rápido possível. Depois de um eventual resultado final, poderia se definir o que fazer com os 25 petabytes de filmes, músicas e outros arquivos que estão sub judice. Tal qual o caso inteiro do Megaupload, esta discussão ainda vai render muito que falar. 



Você também vai gostar de:

Share This