web analytics

Teste de compatibilidade do Google

Os parâmetros do Google para definir o ranking em seu buscador vêm passando por algumas mudanças. Além do fator segurança, outro quesito passa a definir se um site aparece ou não no topo dos resultados de uma pesquisa: a compatibilidade com dispositivos móveis.

Já temos falado sobre isso há algum tempo – ter um site responsivo não é mais apenas um diferencial; é vital. Se o seu site não é compatível com smartphones, tablets ou outros dispositivos móveis, já é possível considera-lo aquém da concorrência. Isso significa que os usuários notarão mais as outras páginas, o que resulta em mais visitas e visibilidade. Seu site pode estar em dia, funcionando perfeitamente, com um conteúdo diferenciado e seções bem organizadas, mas de que adianta se ele é engolido pelas outras centenas ou até milhares de sites que oferecem um conteúdo semelhante ao seu?

Considere a compatibilidade com dispositivos móveis como uma espécie de “empurrãozinho” pro topo. É mais um elemento do site que deve ser trabalhado com tanta atenção como qualquer outro quesito que influencia SEO.

Agora, você deve estar se perguntando…

 

… Por que todo esse valor atribuído ao site responsivo?

“A maioria das pessoas tem computador em casa. Mesmo que entrem na Internet pelo celular, ainda podem acessar por um desktop – e, ainda que não acessem, meu site carrega num navegador de celular, mesmo não sendo responsivo. Dá no mesmo.”

Vários mitos e equívocos estão presentes na afirmação acima. Para compreender como um site responsivo é importante, é válido esclarecer alguns fatos.

  • A maioria das pessoas acessa a Internet pelo computador.
    Isso é verdade, mas não completamente. Nos Estados Unidos, por exemplo, o número de pessoas acessando a Internet pelo celular ultrapassou o número de usuários de desktops e notebooks em 2014. Isso significa que mais da metade da população americana opta por realizar suas atividades na Internet através de um dispositivo móvel. Essa é uma realidade que não é tão difícil de imaginar para o Brasil… Quantas pessoas você conhece que não possuem celular?
  • Meu site carrega normalmente num dispositivo móvel, mesmo não sendo responsivo. Dá no mesmo.
    Outra informação sem fundamento. Não é porque o site carrega no navegador de um celular que a experiência de navegação será satisfatória. O tamanho do texto do site, por exemplo, geralmente num tamanho mínimo no celular, obrigando o usuário a dar zoom na tela. E, com o zoom, vem a barra de rolagem e a necessidade de arrastar a página de um lado para o outro para navegar. Se o site possui algum conteúdo em flash, ele não é carregado, podendo alterar até mesmo a disposição de cada elemento da página.
  • Se o meu site não carregar corretamente no celular, o usuário pode acessá-lo mais tarde pelo computador.
    Isso também não procede. Lembre-se do que falamos acima: há diversos outros sites similares ao seu. Eles possuem conteúdo semelhante e podem até oferecer produtos parecidos com os que você também oferece. Se o usuário não tem uma boa primeira experiência de navegação na sua página, por que ele irá visita-la novamente depois? Não é mais fácil ele simplesmente procurar outro site que seja compatível com o dispositivo móvel que está sendo usado no momento? Acredite, você perderá público e verá sua bounce rate atingindo níveis nem um pouco adequados.

 

NÃO PERCA TEMPO! Clique aqui, acesse a ferramenta do Google e veja se seu site passa no teste.

 

Como essa mudança está sendo realizada pelo Google?

A compatibilidade com dispositivos móveis não será considerada para SEO da noite para o dia. Os administradores de websites estão recebendo notificações do Google esclarecendo se suas páginas são consideradas responsivas ou não e as respectivas consequências. Segundo especialistas, porém, se o Google já está informando os usuários sobre a eventual mudança, significa que o novo algoritmo deve ser apresentado em breve.

É válido lembrar também que o Google dará preferência para sites responsivos se a pesquisa do usuário for feita por um dispositivo móvel. Caso ele esteja no computador, esse novo algoritmo não impactará o ranking de resultados do buscador.

Bem, isso não deve servir de consolo para ninguém, já que, como dissemos anteriormente, o numero de pessoas acessando a Internet pelo celular tem aumentado muito nos últimos anos e, sem dúvida, ficará ainda maior em 2015.

Você já possui um site responsivo? Percebeu alguma diferença no tráfego ou um aumento na frequência de visitas? E, se ainda não possui, o que ainda te impede de fazê-lo?

Não deixe de participar do Dicas de Hospedagem através da seção de comentários!

 



Você também vai gostar de:

Share This