web analytics

Servidores compartilhados são a melhor opção?

Servidor Compartilhado

A pergunta que intitula essa publicação pode ser respondida a partir de vários quesitos que sempre devem ser levados em consideração quando escolhemos um servidor para hospedar um site. Os dois principais são, sem dúvida, desempenho e dinheiro. O servidor compartilhado pode fornecer a melhor experiência de navegação a seus usuários? E, financeiramente falando, o servidor compartilhado representa uma economia para sua empresa, permitindo que você invista em outras áreas?

Bem… sim e não. E essa resposta vale para as duas perguntas. Tudo sempre dependerá da sua necessidade como empresa e o que você espera para seu site. Compreenda melhor a seguir.

 

 

Desempenho dos servidores compartilhados

 

Seu site definirá seu negócio na Internet. É a partir dele que as pessoas adquirem a primeira impressão quanto a sua empresa – e essa primeira impressão pode definir o que seu público pensa sobre ela como um todo. Logo, o site deve parecer profissional e possuir conteúdo relevante. A homepage deve estar organizada e as seções bem definidas, para que o usuário não se sinta perdido quando acessar seu site.

Antes de tudo isso, porém, seu site deve estar hospedado em um bom servidor, para que o mesmo funcione corretamente. Lembre-se que é fácil um usuário deixar de acessar seu site caso ele esteja muito lento ou fora do ar, já que existem outros milhares no mesmo nicho com propostas similares.

É aí que fica a dúvida: o servidor compartilhado garante o melhor desempenho? Bem, para ter uma ideia, leve em consideração o fato de que você estará compartilhando o mesmo servidor com outros sites. Eles terão acesso a seu IP e dividirão diversas outras informações. Além disso, um único site pode fazer o servidor todo funcionar lentamente, o que afeta diretamente a sua própria página.

Outro quesito que pode ser afetado é seu SEO. Se outros sites que compartilham o mesmo servidor que o seu tiverem práticas que prejudiquem o bom posicionamento nos buscadores, seu site também cai algumas posições no Google ou no Bing. Logo, você não deve se preocupar apenas em manter o SEO de seu site em dia; deve torcer para que os outros sites façam o mesmo.

Em suma, o desempenho de seu site pode ser prejudicado por terceiros, por mais que a empresa de hospedagem dê todas as garantias de que está pronta para lidar com eventuais problemas.

Como é que isso afeta sua empresa e sua presença na Internet? Se você conseguir responder essa pergunta, já concluirá se o servidor compartilhado é indicado ou não para você. Caso ainda esteja em dúvida, veja abaixo se, no quesito financeiro, o servidor compartilhado pode te ajudar a poupar alguns trocados.
 

O fator dinheiro

 

Se o desempenho de um servidor compartilhado não é dos melhores, porque uma empresa iria optar por esse tipo de servidor?

Dinheiro geralmente é a razão. O servidor compartilhado é muito mais barato do que um servidor dedicado e relativamente mais em conta do que uma hospedagem VPS. Na realidade, até mesmo um servidor híbrido representa um custo maior do que a hospedagem compartilhada.

Essa economia, entretanto, vale mesmo a pena? De que adianta investir no site sendo que seu desempenho não depende unicamente de você? A ideia não é ter um servidor confiável para que você possa focar no que realmente importa, ou seja, no desenvolvimento do site?

Quem começa num servidor compartilhado logo estará procurando por um servidor com mais recursos, se o site demonstrar indícios de crescimento – e essa procura é inevitável, já que, com o crescimento, o site logo passará a demorar a carregar ou, ainda pior, correrá o risco de ficar fora do ar. Sendo assim, pra que optar por um plano de hospedagem que logo ficará obsoleto?

De certa forma, o barato pode sair caro; tudo depende da ideia que você tem para seu site e como pretende executá-la.

Ah, então o servidor compartilhado pode ser indicado para um tipo específico de site? Sim!

 

 

Quando o servidor compartilhado vale a pena?

 

Se a ideia é começar com um site pequeno, como um blog para postagens esporádicas ou uma página informativa com aquilo que os clientes precisam saber sobre sua empresa, o servidor compartilhado pode ser uma boa pedida. Isso porque essa modalidade de website não exige muito dos servidores – e você pode ainda utilizar as mídias sociais para divulgar a página e ganhar acessos. Com isso, a possibilidade de ser removido dos resultados das buscas no Google ou no Bing por causa dos outros sites que compartilham o servidor com você pode diminuir.

Mas lembre-se daquilo que falamos logo acima… Se a ideia é crescer e montar um site mais completo, com uma plataforma de compra e prestação de serviços, talvez seja válido já iniciar num servidor que representa um custo maior, mas que garante uma performance acima da média.

Não é necessário começar logo num servidor dedicado. Os acessos iniciais não justificarão um servidor desse porte e o preço pago por ele pode estar acima do seu orçamento – e o retorno pode não ser satisfatório num primeiro momento. O ideal é pensar na hospedagem VPS ou no servidor híbrido, que também pode ser uma boa opção. Só depois, com o crescimento gradual da página, que o servidor dedicado passa a ser indicado.

Você já teve alguma experiência com um servidor compartilhado? O que acha desse tipo de servidor quando comparado com tantos outros disponíveis? Não deixe de compartilhar sua opinião conosco através da seção de comentários!



Você também vai gostar de:

Share This