web analytics

A próxima empresa que vai ser apresentada na série sobre os maiores centros de processamentos de dados do Brasil e do mundo é polêmica. A Telefônica é uma das empresas que sofre o maior número de reclamações por parte de seus usuários. Apesar das diversas reclamações que a empresa recebe (principalmente na área de telefonia e serviços de internet), o datacenter que será mostrado na postagem de hoje do Dicas de Hospedagem é um dos maiores da América Latina.

O datacenter da Telefônica é localizado na cidade de São Paulo, no bairro de Alphaville. Ele teve que ser reformado aos sofrer um incêndio em fevereiro de 2009. Na época muitos dados de empresas como o supermercado Pão de Açúcar, a loja Kalunga e da própria Telefônica foram perdidos. Depois deste incidente, a Telefônica passou a se dedicar mais em relação a segurança neste datacenter. Tanto que a empresa anuncia em seu site que os dispositivos de segurança deste datacenter são primordiais.

Além do sistema de segurança contra incêndio, o datacenter da Telefônica conta com dispositivos de segurança anti-inundações e com refrigeração de ar. O centro de processamento de dados conta com um sistema de energia elétrica redundante e também para combater a umidade e controlar a temperatura. O sistema de funcionamento do datacenter é 24×7, ou seja, 24 horas por dia e 7 dias por semana. O centro de processamento de dados tem 10 mil m² de área.

Nesta área, o datacenter da Telefônica tem espaço para 10 salas. Nestas salas, a empresa terceiriza os serviços de collocation (colocação de servidores alocados). Ou seja, a Telefônica comercializa o espaço das salas para empresas que têm grande quantidade de dados. Como cada empresa tem uma necessidade, as salas são diferentes umas das outras. Mas basicamente as características de fornecimento de energia elétrica, ar condicionado e segurança de todas as salas são parecidas.

O datacenter utiliza o sistema de energia com base no trabalho de quatro geradores e baterias extras. A empresa utiliza isto para não precisar depender só da energia elétrica para manter os servidores funcionando. A autonomia do datacenter é de cerca de 40 horas. O sistema de ar condicionado do local é redundante para conseguir resfriar o local gastando menos energia. Em relação a segurança, a entrada de pessoas é controlada por identificação de íris e o combate a incêndios é feito eletronicamente.

Os serviços do datacenter da Telefônica são voltados ao público empresarial, ou seja, apenas grandes empresas utilizam os dados do local. Além do collocation, há o oferecimento de hosting dedicado e serviços gerenciados. Além disso, armazena os dados da própria empresa e de seus serviços. Visto a grande quantidade de problemas que usuários dos serviços da empresa enfrentam, talvez seja a hora de ampliar este centro de processamento de dados.

Veja as outras postagens da nossa série sobre os maiores datacenters do mundo:

https://dicasdehospedagem.com/dicas-de-hospedagem-inicia-serie-com-os-maiores-datacenters-do-mundo/

https://dicasdehospedagem.com/serie-sobre-os-maiores-datacenters-do-mundo-a-tecnologia-“verde”-da-ibm/

https://dicasdehospedagem.com/serie-sobre-os-maiores-datacenters-do-mundo-uol-datacenter/

https://dicasdehospedagem.com/serie-maiores-datacenters-do-mundo-os-intelig-data-center-idc/

https://dicasdehospedagem.com/serie-maiores-datacenters-do-mundo-a-estrutura-que-alimenta-o-facebook/

https://dicasdehospedagem.com/serie-sobre-os-maiores-datacenters-do-mundo-a-estrutura-do-datacenter-da-locaweb/

https://dicasdehospedagem.com/serie-sobre-os-maiores-datacenters-do-mundo-a-tecnologia-da-microsoft/



Você também vai gostar de:

Share This