web analytics

Uma pesquisa feita pelo SSL Pulse, serviço que verifica a eficácia de sites que utilizam SSL (Security Sockets Layer, certificado de segurança que mostra que os dados de uma página estão criptografados), mostra que 90% dos sites que utilizam este certificado não estão realmente seguros contra ataques de hackers na internet.

Foram pesquisados os 200 mil sites mais populares da internet que têm este certificado. Entre os sites pesquisados estavam Google, Twitter e PayPal. Dos 200 mil sites, apenas 19.024 passaram em um teste de invasão. Este teste se baseava em uma experiência feita em 2009, onde exploits (um tipo de bug) poderiam ocasionar invasão e roubo de dados que teoricamente estariam seguros pela criptografia.

Este tipo de notícia coloca em alerta os usuários dos sites mais populares do mundo. O SSL é uma garantia de que dados pessoais (como número de documento, endereço e cartão de crédito) estariam seguros. Cabe agora aos responsáveis pela segurança destes sites corrigirem estes bugs. Pelo menos o primeiro passo já foi dado: a descoberta de que eles são vulneráveis de alguma forma a ataques na web.



Você também vai gostar de:

Share This