web analytics

Sim, nós sabemos que provavelmente você não conhece o termo que intitula essa publicação – e se você conhece, parabéns! Significa que você está em dia com as tendências de marketing e desenvolvimento de empreendimentos online.

Antes de explicar o que é uma palavra-chave long tail, vamos imaginar as atuais estratégias de marketing. Sabemos que o foco é agregar valor a uma marca, produto ou serviço, e que a ideia de enxergar todo e qualquer indivíduo como um consumidor individual caiu por terra. Quanto mais bem definido o público, mais fácil colocar em prática ações que o instigue a interagir com sua empresa.

Felizmente, o mercado atual permite esse tipo de atitude. Podemos dizer com segurança que os variados nichos têm a capacidade de sustentar empresas que possuem serviços customizados e práticas diferentes das tradicionais. A questão é a maneira em que tudo isso é apresentado ao público e, principalmente, a definição desse público.

O long tail vem para auxiliar nessas duas tarefas. Vamos nos aprofundar um pouco mais no assunto?

 

O que significa o termo long tail?

O conceito é recente, e foi usado inicialmente por Chris Anderson na obra Long Tail, lançada primeiramente como artigo na revista Wired em 2004 e posteriormente transformada em livro cinco anos depois. A ideia é fazer um comparativo entre volume de busca e taxa de conversão, como mostra o gráfico a seguir.

o que são palavras-chave longtail

 

O gráfico representa o mercado, um organismo em constante modificação. Observe a área em vermelho, onde temos os índices de popularidade e a “cabeça”. Nela, encontram-se os principais segmentos de mercado e os gigantes que os dominam. Para fazer um exercício simples, pense no nicho “roupas”. Qual empresa vem em sua cabeça quase que automaticamente? Provavelmente, uma grande rede de lojas com publicidade massificada e domínio considerável de mercado.

Se você pretende abrir uma loja nesse mesmo segmento, o que fará para se destacar dentre as grandes empresas? Como conquistar espaço na Internet, por exemplo, sendo que grande parte da atenção do público já foi tomada pelas principais lojas de departamento?

É aí que entra a região azul do gráfico, a “grande cauda” do organismo que chamamos de mercado. No momento em que você categoriza melhor sua empresa, fica mais fácil se estabelecer e, consequentemente, atrair a atenção de um público específico.

Vamos explicar isso melhor: pense em áreas do segmento “roupas” que ainda não foram muito exploradas. Uma grife exclusiva para grávidas, por exemplo, com mais opções que uma loja tradicional pode oferecer. A partir do momento em que você direciona seus esforços para se destacar nesse meio específico, e não apenas no mercado de roupas de uma maneira geral, você consegue atrair a atenção de pessoas que possuem essa necessidade e, com isso, as fideliza com maior facilidade. Todo esse nicho do mercado que ainda não foi explorado faz parte da “grande cauda”, ou long tail.

Atualmente, acredita-se que quanto mais definido for seu negócio, mais ele poderá se conectar a uma audiência específica – e isso é ótimo! Casa muito bem com aquilo que mencionamos no início do artigo: nem toda e qualquer pessoa é um consumidor em potencial. Lembre-se que, quando atiramos em todas as direções, podemos não atingir alvo nenhum…

 

Pensando nas palavras-chaves.

Aplicando o conceito em palavras-chaves, podemos alcançar diversas possibilidades de divulgação que antes não podiam sequer ser imaginadas. Vamos imaginar um usuário que decide usar o Google para pesquisar um produto que o ajude a perder peso. Ele pode procurar por “emagrecedores”, e encontrará uma infinidade de produtos. Os resultados dessa busca são representados por todas as empresas que traçaram uma estratégia de criação de palavras-chaves que visa a ideia de objetividade. Sempre foi muito difundido que, quanto maior a palavra-chave, mais difícil de conseguir destaque nos buscadores – e isso faz sentido sim. Mas vamos continuar…

Consideremos agora as tendências de mercado. Nesse segmento que mencionamos no parágrafo acima, conseguimos imaginar diversas possibilidades. O que dizer dos produtos naturais, por exemplo? Se você possui uma empresa que se enquadra nesse nicho, por que não utilizar uma palavra-chave como “produtos naturais que ajudam a emagrecer”? Muitas pessoas fazem buscas similares a essas e é muito mais fácil se destacar quando os resultados das buscas são filtrados.

Essa palavra-chave que utilizamos como exemplo é a “long tail keyword”. Basicamente, é uma palavra-chave com extensão maior que as tradicionais e que visa atingir um público específico.

 

Benefícios da palavra-chave longtail.

– por haver menor competição, é mais fácil galgar posições nos rankings dos buscadores.
– o tráfego que você conquistará será direcionado.
– você entrará em contato com clientes cujos perfis se assemelham com o de sua empresa.
– você compreenderá mais profundamente seu consumidor.
– as chances de um visitante casual de seu site optar por sua empresa na hora de fechar uma compra aumentam exponencialmente.

Percebe como as palavras-chaves long tail também são interessantes? Sua empresa permite esse tipo de palavra-chave? Que tal consultar seu analista de SEO para desenvolver uma palavra-chave long tail? Por se tratar de um conceito novo, é deveras válido colocá-lo em prática, até para compreender melhor como ele agirá em relação ao marketing de sua empresa.

Para mais informações sobre marketing e SEO, continue ligado no Dicas de Hospedagens!

 

 

 

 

 



Você também vai gostar de:

Share This