web analytics

Notícias de Hospedagem de Sites

Ataque cibernético nos Estados Unidos – tudo sobre o ocorrido.

Na última sexta-feira, 21/10, a Internet americana foi alvo de um dos maiores ataques cibernéticos da história. A investida, realizada através de um programa chamado Mirai, visou a Internet das Coisas e dispositivos que utilizam dessa tecnologia para funcionar. A vulnerabilidade nesses aparelhos se deu por descuido dos próprios usuários, que não tiveram o devido cuidado para bloqueá-los através de senhas de segurança.

A maior afetada pelo ataque foi a Dyn, empresa de infraestrutura americana. Só na sexta-feira, três ondas de ataques desestabilizaram os servidores da Dyn, que esperava por novas empreitadas no dia seguinte.

De acordo com relatório liberado pela Dyn, dezenas de milhões de IPs foram afetados pelo ataque, e muita informação foi vazada. Só para dar uma ideia da dimensão desse ataque, a Dyn é responsável por manter no ar sites como CNN, Paypal, Reddit, Spotify, PlayStation Network (PSN) e Twitter. Logo, se a Dyn cai, todos esses sites caem também (o Twitter, inclusive, chegou a ficar fora do ar por algum tempo na sexta e no sábado).

As motivações desse ataque ainda são desconhecidas, e a própria Dyn explicou que localizar os culpados por ele leva tempo. Duas teorias são sustentadas até o momento: primeira, uma possível guerra mundial cibernética, apesar da Inteligência dos Estados Unidos ter negado o envolvimento de algum governo no ataque, ou apoiadores do Wikileaks que se rebelaram contra o governo americano depois de ser divulgada a presença de soldados fortemente armados no local onde o jornalista Julian Assange está abrigado.

ATUALIZAÇÃO: foi confirmado na última segunda, 24, que produtos de uma fabricante de câmeras de segurança chinesa foram utilizados como porta de entrada do ataque DDoS.

Esperam-se mais ataques DDoS para os próximos dias. Manteremos todos informados aqui no Dicas de Hospedagem!

 

Microsoft visa o mercado europeu para produtos em nuvem.

Satya Nadella declarou no começo do mês de outubro que a Microsoft visa o mercado europeu para divulgar e firmar produtos e serviços com base em nuvem, durante turnê por Dublin, Berlim, Paris e Londres .

A ideia é deixar para trás a competição (em outras palavras, Amazon e Google). Espera-se que a empresa abra um data center na França no ano que vem, apesar de, em quantidade, a Microsoft já possuir o dobro de data centers do que as outras empresas no país.

Entretanto, a nível mundo, a Microsoft ainda fica atrás da Amazon.

Os investimentos da Microsoft na infraestrutura necessária para os serviços em nuvem na Europa já ultrapassam 3 bilhões de dólares e, de acordo com Nadella, vão continuar no próximo ano.

O desafio para a Microsoft, agora, é se adaptar as diversas legislações dos países europeus para validação dos produtos e serviços em nuvem.

 

Transformação no setor de TI planejada por CEO da Dell EMC

A convenção da Dell EMC, ocorrida no último dia 19, teve participação do CEO e fundador da empresa, Michael Dell.

“Cresça ou vá embora”, ele disse, dando início a palestra onde explicava com mais detalhes a ideia da Dell EMC de auxiliar no crescimento e transformação do mundo digital.

Para isso, Michael Dell pensa nos seguintes passos

  1. Modernização de data centers.
  2. Automação de TI.
  3. Transformar o setor de TI em provedor de serviços.

Obviamente, Michael Dell divulgou produtos e serviços que se adequam a suprem quaisquer necessidades dentro dos três passos divulgados. O futuro, ele afirma, está na nuvem – mas não apenas na nuvem, e sim em todo um segmento de produtos e serviços que utilizam essa tecnologia.

Para mais novidades sobre o mundo da tecnologia, continue ligado no Dicas de Hospedagem!



Você também vai gostar de:

Share This