web analytics

A Microsoft anunciou na última sexta-feira que tem planos para instalar seu mais avançado datacenter na cidade de Mecklenburg County. O capital investido é algo em torno de 499 milhões de dólares, tornando o empreendimento o maior da história para o estado da Virgínia, ao mesmo tempo em que gera cinqüenta novos empregos.

“Esse novo datacenter possibilitará o melhor provimento de serviços possível para nossos clientes atuais e futuros”, diz o gerente-geral dos Serviços de Datacenter da Microsoft, Kevin Timmons.

O estado da Virgínia passou a Carolina do Norte e o Texas na corrida pelo super-datacenter. Os estados interessados ofereceram múltiplos incentivos para que a Microsoft os escolhesse como a casa do novo centro de dados, incluindo um ambiente operacional de baixo custo, acesso a uma rede privilegiada de fibra óptica e fontes elétricas confiáveis e ambientalmente responsáveis.

O governador Bob McDonnell aprovou um auxílio de 2,1 milhões de dólares para ajudar a cidade de Mecklenburg County, valor somado aos 4,8 milhões de dólares oferecidos pela Comissão de Tabaco da Virgínia.

O estado garantiu a escolha como sede do datacenter graças a um trabalho conjunto com a cidade de Meckenburg, o Virginia Economic Development Partnership, o Mid-Atlantic Broadband Cooperative e o Dominion Virginia Power. A rede de fibra ótica avançada possibilitará um roteamento ampliado para os principais pontos de interconexão do leste dos EUA. A rede será capaz de suportar a alta capacidade, roteamento diversificado e baixa latência requeridos para o novo datacenter da Microsoft, trazendo ganhos também para a estrutura de comunicações de toda a região a médio prazo.

O conceito a ser adotado nos novos datacenter da Microsoft é interessantíssimo: os servidores são agrupados em módulos pré-fabricados, facilitando imensamente a construção e gestão do empreendimento. No vídeo abaixo, confira uma animação que mostra algumas das possibilidades do modelo:



Você também vai gostar de:

Share This