web analytics

Há algum tempo nós mostramos aqui no Dicas de Hospedagem, uma comparação entre hospedagem Linux e Windows. Naquela ocasião, a hospedagem no sistema do pinguim ganhou a batalha. Agora vamos fazer novamente a comparação entre os dois tipos de hospedagem em quatro quesitos: segurança, suporte, preço e desempenho. Veja quem é melhor em cada um destes pontos: 

Hospedagem Linux ou Windows

Segurança

Como mostramos na outra postagem que falamos sobre este assunto, o Linux é melhor do que o Windows em termos de segurança. Isto acontece porque o sistema de segurança do Linux tem uma complexidade tão grande de acesso que é quase impossível chegar ao administrador do sistema. Para invadir o sistema do Linux, é preciso passar por diversas verificações de segurança. Já no Windows esse caminho é um pouco mais facilitado. Apenas tendo a senha do sistema, já é possível fazer um estrago. Ponto para o Linux. 1 x 0. 

Suporte

Neste quesito, o Windows bate o Linux. Como é um software proprietário (pago), é fácil encontrar na web um grande número de especialistas que ajudam a corrigir qualquer erro inesperado. No Linux, o negócio é diferente. Como é um software criado por diversos desenvolvedores, você vai precisar suar um pouco e ter sorte para encontrar alguém que pode solucionar o seu problema. Lembrando que algumas empresas de hospedagem oferecem suporte para resolver algumas questões. De qualquer forma, ponto para o Windows. 1 x 1. 

Preço

É só olhar o Ranking de Hospedagem de sites do DdH que você verá a diferença. Uma hospedagem Linux é sempre mais em conta do que um serviço no Windows. Isto porque o próprio software não vai custar nada. Não estamos falando só do sistema, como também dos aplicativos de banco de dados, FTP e outros programas, que são pagos no Windows e grátis no Linux. Golaço do Linux. 2 x 1. 

Desempenho 

Por fim, o desempenho e o Up-Time. Via de regra, o sistema Linux mostra mais disponibilidade do que o Windows. Isto porque não precisa reiniciar para se atualizar. Como o Windows tem alguns problemas de segurança, é sempre preciso reiniciar para fazer ajustes. Com isso, o Up-Time do Linux é sempre maior do que o do rival. Ponto final para o Linux. 3 x 1. 

Há ainda outros fatores que podem definir a preferência por um ou outro sistema como, por exemplo, o desejo de usar certos softwares ou eventuais ofertas de empresas de hospedagens. Mas analisando em uma condição normal, o Linux se mostra mais eficiente do que o Windows. Pelo menos por enquanto. 



Você também vai gostar de:

Share This