web analytics

Hospedagem gratuita vale a pena?

A sensação de encontrar gratuitamente um tipo de produto ou serviço que é cobrado por diversas empresas é satisfatória. Pensamos na economia e, muitas vezes, em como somos espertos por conseguir “na faixa” algo que terceiros pagam – e muito – para usufruírem.

O caso da hospedagem de sites é clássico e pode até ser um assunto batido, mas não é difícil ver usuários caindo na mesma ladainha e cometendo erros que várias outras pessoas cometeram.

Sendo assim, trataremos nessa publicação de algumas questões importantes referentes à hospedagem gratuita. Você conhece os pontos positivos e negativos desse tipo de hospedagem?

Hospedagem Gratuita vale a pena?

 

A ilusão de gratuidade

 

O ponto positivo é que a hospedagem é gratuita, oras! Com certeza, esse é o primeiro pensamento que passa pela cabeça de alguém que está analisando a efetividade e os benefícios da hospedagem gratuita. Saiba, porém, que esse tipo de hospedagem, de gratuito, tem apenas o nome.

É importante frisar que a hospedagem de sites também é um segmento dentro do mundo dos negócios e do comércio. Há empresas especializadas apenas nisso, enquanto outras focam também na construção do website. Logo, se existe alguma empresa que oferece esse tipo de serviço gratuitamente, desconfie.

No caso da hospedagem grátis, seu site estará tomado por propagandas e banners divulgando empresas terceiras ou a própria empresa que oferece a gratuidade na hospedagem. Essa é a maneira que essas empresas ganham dinheiro. Em outras palavras, eles compensam o fato dos serviços não serem cobrados com os famosos advertisings nos sites de usuários e empresas que contrataram a hospedagem grátis.

Resumindo, você não paga pela hospedagem, mas tem seu site invadido por propagandas de empresas que, muitas vezes, não compartilham sequer o mesmo segmento que o seu. Será que isso vale a pena?

 

 

A identidade de seu site

 

Quem de lembra do hpg? Quando a Internet se popularizou no Brasil, diversos usuários optaram por essa hospedagem para seus sites. Além dos diversos problemas (que serão devidamente tratados a seguir), era muito comum ver a sigla hpg na url dos sites.

Pode parecer um detalhe, mas a url faz parte da identidade do site. É o primeiro contato que o usuário tem com sua página antes mesmo de acessá-la. Além de ter a sigla da empresa de hospedagem diretamente ligada ao seu negócio, isso pode dificultar a memorização da url por parte dos visitantes.

Além disso, em termos de design, as alterações que você pode fazer não são tão variadas. Não há templates pré-montados – e, quando há, a gama de opções é deveras menor do que a de hospedagens pagas – e os banners de propaganda não podem ser removidos. Por mais que algumas alterações sejam permitidas, você fica preso ao modelo de design oferecido pela empresa de hospedagem.

Ranking top 10 hospedagem de sites

 

Efetividade

 

Uma das principais diferenças entre a hospedagem paga e a hospedagem gratuita é o espaço disponível para postar conteúdo. Isso vale para elementos visuais para o design como também para qualquer outro conteúdo que você adicionar ou modificar em seu site. O espaço oferecido pelas hospedagens gratuitas é reduzido, o que acaba por limitá-lo, dependendo da proposta de seu site.

Outro ponto importante é a estabilidade do servidor. Como os recursos dessas empresas são mais limitados e os usuários não podem exigir muito justamente por não estarem pagando uma taxa mensal pelo serviço, é comum que os sites saiam do ar repentinamente. Além disso, o carregamento do site também é prejudicado, o que acaba por sabotar toda a experiência de navegação – e, consequentemente, o tráfego.

Ligado diretamente a essa questão está o suporte. Quando a empresa presta algum tipo de suporte, ele não se mostra tão efetivo quanto ao suporte de empresas de hospedagem pagas. Logo, algumas vezes é necessário procurar por uma equipe terceirizada para o suporte, o que já adiciona uns trocados ao orçamento que, teoricamente, deveria ser baixo devido à gratuidade da hospedagem.

Por fim, a mudança entre servidores pode se mostrar difícil. Se você pretende transferir seu site para outro tipo de hospedagem, não pense que levará o conteúdo que você publicou no servidor gratuito consigo… Todo esse conteúdo é perdido quando o site é fechado – e, caso a empresa de hospedagem feche por razões comerciais ou outros motivos, não há garantia que você consiga recuperar o conteúdo de seu site. O backup fica por sua própria conta.

 

 

Mas e se eu realmente precisar de uma hospedagem gratuita?

Melhores construtores de sites com Hospedagem Gratuita VEJA A LISTA

Se a hospedagem gratuita for sua única opção no momento, vale a pena reduzir o leque de opções para fazer a escolha certa. Uma das plataformas que recomendamos é o Wix, que te dá toda a liberdade necessária para criar um site personalizado – e oferece uma versão Premium cujo valor cabe no bolso com muito mais opções e diferenciais.

Vale a pena citar também o WordPress – nada mais, nada menos que a maior e mais utilizada plataforma da atualidade. Temos até uma seção no Dicas dedicada apenas ao WordPress. Você pode conferi-la clicando aqui.

Você já teve contato com uma hospedagem gratuita? Contratou seus serviços e pode ver na prática tudo que falamos aqui? Recomenda? Não deixe de compartilhar suas experiências através dos comentários!

 



Você também vai gostar de:

Share This