web analytics

Especial e-commerce

Sabemos o quão difícil pode ser a estruturação de um site para receber um e-commerce. Qualquer tipo de empresa que trabalhe com a transação de um produto (seja compra ou venda) ou prestação de serviços deve estar preparado para o desenvolvimento de uma página cujo desempenho seja acima da média e, ao mesmo tempo, suporte grandes picos de tráfegos e múltiplas ações por parte de usuários.

Ciente disso, o Dicas de Hospedagem inicia hoje um especial de duas partes sobre e-commerce. Nesta primeira parte, falaremos sobre o tipo de servidor ideal para hospedar um e-commerce. Na semana que vem, focaremos nossas atenções para plugins e programas essenciais para qualquer tipo de loja virtual.

Os primeiros passos.

Como referido acima, as atividades dos usuários numa loja virtual não são tão simples como publicar um comentário numa postagem; envolvem desde transações bancárias até a alteração do estoque de sua empresa. Logo, não é qualquer tipo de servidor que consegue dar o devido suporte para essas ações.

Muitos optam pelo servidor compartilhado por um único motivo: preço. Realmente, o valor de um servidor compartilhado representa uma boa economia. Lembramos, porém, que um servidor compartilhado nada mais é do que um único espaço sendo dividido entre várias pessoas. Logo, você estará hospedado com outras empresas e, consequentemente, o desempenho de sua página será diretamente afetado por elas.

Existem casos onde as atividades de uma página em específico são prejudicadas por um problema que está acontecendo em outro website – ou seja, as falhas sequer encontram-se na página que apresenta o desempenho ruim. Como contatar a empresa de hospedagem para relatar esse tipo de questão? Como esse problema é resolvido? Em quanto tempo?

Enquanto você procura respostas para essas perguntas, vários usuários deixam de comprar em seu site e rumam para a concorrência. Diversas vendas são perdidas e a fidelização de clientes é prejudicada.

Para evitar esses transtornos, geralmente o servidor dedicado é recomendado. Já falamos sobre esse tipo de servidor em outra oportunidade, mas vale a pena direcionar as características do mesmo para o e-commerce – e como ele pode ser beneficiado com isso.

 

Vantagens do servidor dedicado.

Um servidor dedicado é, basicamente, um espaço só seu que permite que você e sua empresa desenvolvam o que bem entenderem. Todos os problemas de performance de um servidor compartilhado não estão presentes aqui; quesitos como desempenho, segurança espaço interno estão entre as principais vantagens do servidor dedicado.

Vamos conhecer melhor cada uma delas?

  • Transferência de dados – todas as ações que um usuário faz em seu site envolve a transferência de dados. Num servidor compartilhado, ela pode ser prejudicada pelo mau desempenho do server ou até mesmo por terceiros. Já no servidor dedicado, é concedida a certeza de que a transferência de dados não será afetada negativamente por picos de tráfego ou mau funcionamento, por exemplo. Todas as páginas de seu site devem funcionar normalmente, com velocidade satisfatória até mesmo nos momentos onde o tráfego é mais intenso.
  • Espaço interno – devemos lembrar que um e-commerce precisa cadastrar em sua página produtos com características físicas, descrição, fotos, preço, prazo de entrega, além de dar o suporte para o sistema de pagamento via cartão de crédito ou boleto bancário. Se você desenvolver a estratégia do marketing de conteúdo junto com seu e-commerce – e recomendamos que você faça isso – seu site tende a ter o espaço tomado por dados e mais dados. Felizmente, não é necessário se preocupar com o espaço interno para receber esses dados num servidor dedicado. Além de saber exatamente o espaço interno para armazenamento, você conta com uma quantidade mais que suficiente para hospedar todas as informações que necessitar.
  • Segurança – se um programa malicioso invade um determinado site num servidor compartilhado, todas as páginas que compartilham o espaço com ele tem a chance de serem infectadas. No servidor dedicado, isso não acontece – além do fato de as empresas de hospedagem oferecerem garantias de segurança para seus clientes. Além de uma equipe de suporte preparada para eventuais demandas, servidores dedicados estão equipados com softwares que ajudam a manter a segurança em dia. Não estamos dizendo que você deve baixar a guarda com a segurança de seu e-commerce – lembre-se que o fator segurança é um dos algoritmos do Google – mas a segurança oferecida por um servidor dedicado é infinitamente superior a de um servidor compartilhado.
  • Painel de controle – contratar um servidor dedicado significa ter total controle sobre ele. Isso significa que, diferente de um servidor compartilhado, você não estará limitado em funcionalidades e acessos a ferramentas. O interessante é que as empresas de hospedagem oferecem até a opção de codificar áreas do site para que tudo seja modificado e administrado de acordo com o que é esperado pelo cliente. Tudo dependerá do conhecimento dele e de sua equipe na codificação. Uma das vantagens do servidor dedicado, por exemplo, é a possibilidade de instalação do cPanel – um dos melhores painéis de controle disponíveis atualmente

 

Desvantagens de um servidor dedicado.

Sendo o servidor dedicado a melhor opção dentro do segmento de hospedagem de sites, encontramos apenas uma desvantagem do mesmo com relação aos demais: o preço. Naturalmente, você paga um valor maior para ter todo o diferencial que citamos acima. O que deve ser colocado na balança é: você quer passar uma imagem profissional aos seus clientes? Quer que seu site permaneça no ar 100% do tempo funcionando perfeitamente para receber esses clientes? Então, o valor pago pelo servidor dedicado torna-se justificado.

Caso você ainda esteja incerto quanto ao servidor dedicado – muitas pessoas pensam não precisarem de um servidor com tantas funcionalidades e diferenciais – é possível contratar outro tipo de serviço de hospedagem e mensurar o crescimento de sua empresa dentro dele. Quando achar conveniente, basta mudar para o servidor dedicado.

Você possui um e-commerce ou pretende desenvolver um? Qual hospedagem considerou para atender suas necessidades? Como tem sido a experiência com ela?

Participe do Dicas de Hospedagem através dos comentários!

… e fique ligado! Na semana que vem, teremos a segunda parte do Especial E-commerce! ;)



Você também vai gostar de:

Share This