web analytics

O Dicas de Hospedagem frequentemente publica artigos relacionados a SEO – Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de busca. Há algumas semanas publicamos um artigo bastante popular, com o título “Como ficar em primeiro no Google?“. Esse artigo foi seguido por “Como acompanhar os progressos de SEO nos sites de busca” e pelo também popular  “A Importância da Construção de Links para SEO” (sobre esse assunto, vale a pena ler nosso pequeno eBook grátis: 10 dicas essenciais para conseguir links em outros sites e explodir em tráfego). Enfim, o tema SEO é interessante para qualquer tipo de projeto na web, seja você o webdesigner, a empresa de hosting ou o cliente. Afinal, todos têm interesse em aumentar a popularidade e visibilidade de seus sites nos mecanismos de busca, não importa a área de atuação. Mais visibilidade significa mais (e melhores) visitantes, o que por sua vez pode significar melhores rendimentos em vendas ou publicidade.

Com o objetivo de voltar um pouco aos passos mais básicos do SEO, resumiremos dois passos importantes para que você comece os esforços de SEO em seu site. Utilize-os com as estratégias que publicamos em outros artigos (vide acima, ou busque por ‘SEO’ na caixa de buscas no topo do site), e, com tempo e paciência, veja seus esforços resultarem em grande sucesso para seu site ou blog.

Primeiro passo: escolha as palavras certas!

Certifique-se de que as palavras que você está tentando otimizar como termos de busca que levem a seu site sejam relevantes para o conteúdo que você oferece. Se o tema principal do seu site é sobre viagens, não é uma boa idéia tentar otimizar para termos como ‘aluguel de carros’, mesmo que você eventualmente aborde o assunto ou indique esse tipo de serviços. Uma boa dica após escolher o termo adequado é fazer uma busca utilizando-o e observando os resultados. Em termos gerais, quanto maior o número de resultados, mais difícil conseguir uma boa colocação para seu site. Se grandes marcas aparecem nos primeiros resultados, a probabilidade de você ultrapassá-las é bastante baixa (a não ser que seu orçamento permita). Além disso, não planeje otimizar muitos termos – tente focar-se em dois ou três termos correlacionados ao tema principal do site para maiores chances de sucesso – e, dentre os termos escolhidos, utilize apenas aqueles que garantidamente têm um bom fluxo de buscas. Para saber se seu termo é buscado por usuários reais, utilize uma ferramenta de palavras-chave, como a do Google Adwords. Com essa ferramenta, identifique potenciais termos de busca e escolha as com maior volume mensal de pesquisas e que sejam as mais adequadas para seu site. Uma vez feito isso, é hora de efetivamente começar a otimizar seu site para estas palavras-chave.

Segundo passo: conteúdo e densidade de palavras-chave

No jargão do SEO, ‘densidade’ é o mesmo que freqüência. Assim, a densidade de palavras-chave de um site é nada mais do que a freqüência com que os termos aparecem em uma mesma página e por todo o site. Os mecanismos de busca classificam a relevância de seu site para uma determinada palavra-chave baseados na freqüência com que aparecem em um site. Mas não se deixe levar pela vontade de inundar o site com palavras-chave na esperança de ter melhores resultados: sites com algoritmos complexos como o Google conseguem identificar essa prática, e a punem. Idealmente, as ocorrências de termos de busca não devem ultrapassar os 5% de um texto para os melhores resultados, embora esse seja um número obtido por experiência, e não represente nada exato. O importante é sempre projetar seu site e escrever os textos voltados para o usuário, e não o buscador – e nessa hora o bom-senso deve comandar todos os esforços de otimização. Se vai parecer artificial e ‘forçado’ para um visitante, provavelmente também será identificado como tal por buscadores.

Estes são, basicamente, os primeiros passos a serem considerados para iniciar a otimização de seu site para mecanismos de busca. Mantenha esse ‘alicerce’ de SEO bem estável, e obtenha melhores resultados em seus esforços de otimização com o tempo!



Você também vai gostar de:

Share This