web analytics

A partir desta semana, o Dicas de Hospedagem vai apresentar uma série de matérias que vão mostrar um pouco dos maiores centros de processamentos de dados (CPD) do Brasil e do mundo. Os textos vão sair semanalmente no site e vão mostrar como é a estrutura destes locais responsáveis pelo armazenamento de dados (o que inclui, naturalmente, hospedagem de sites).

Entre os datacenters que vamos mostrar na nossa série de textos estão os das gigantes IBM, Microsoft e também de empresas brasileiras como a UOL. Na postagem de hoje nós vamos explicar o que é um datacenter (ou CPD) e mostrar um pouco de como funcionam estes locais.

O que é um datacenter

Datacenter (ou traduzido em português como centro de processamento de dados ou ainda conhecido pela sigla CPD) é um local físico onde ficam alocados todos os equipamentos responsáveis por armazenar dados virtuais. Em outras palavras, é um local físico que guarda informações da internet e de bancos de dados. Ou você achou que os dados do seu site não necessitavam de um local físico para serem guardados? É, eles precisam sim e estes lugares são os datacenters.

Um datacenter é uma sala com características especiais. É um local com diversos armários metálicos (também chamados de racks), onde todos os equipamentos para a armazenagem dos dados ficam suspensos (no alto). A sala também necessita ficar em uma temperatura especial. Não pode ficar muito quente para não danificar os equipamentos que armazenam os dados. A sala também não deve ter umidade.

Além disso, os centros de processamento de dados ficam sempre em pisos suspensos para possibilitar o manejo de cabos (sim, em um datacenter há muitos cabos). E obviamente, o acesso ao local é muito restrito. Os motivos são óbvios: para manter todas as condições de temperatura e umidade do local nos padrões, para evitar a danificação dos aparelhos e roubos de dados.

Os padrões de segurança dos datacenters são definidos pela TIA (Telecommunications Industries Association), uma entidade reguladora internacional. Todos os datacenters do mundo devem seguir estas normas. Só assim, os dados pelos quais eles são responsáveis estão totalmente seguros. Além da segurança física, as empresas responsáveis pelos CPDs têm que se preocupar com a segurança virtual.

Um dos muitos datacenters do Google – como sempre, com aparência e localização bastante discretas

Segurança virtual de dados

Por ser um local que armazena grande número de dados (todos importantíssimos) a maior preocupação com um datacenter é em relação a segurança. E as maiores ameaças nestes casos são virtuais e não físicas. Por isso,  os mecanismos de defesas de dados dos CPDs são tão importantes. As principais formas de defesa dos CPDs contra ataques virtuais são através de firewalls, proxys, packet-filtering, entre outros.

Uma coisa muito importante: apesar de parecerem muito padronizados, todos os datacenters têm suas particularidades. Seja em estrutura física, formas de defesa contra ataques virtuais ou mesmo em capacidade de armazenamento de dados. E a partir da próxima semana você vai conferir quais são os maiores datacenters do mundo aqui no Dicas de Hospedagem.

E você, quais datacenters conhece? Já utilizou algum? Deixe a sua opinião!



Você também vai gostar de:

Share This