web analytics

Frequentemente, o Dicas de Hospedagem vem dizendo que o mercado para quem trabalha com hospedagem de sites está aquecido. Os números divulgados pelo CGI (Comitê Gestor da Internet) provam justamente isso. De acordo com órgão responsável pelo registro de domínios nacionais, o Brasil chegou ao número de três milhões de sites registrados com o sufixo de domínio “.br”. 

 

O último milhão de domínios de sites nacional (ou seja, sites registrados sem o “.br” não entram na lista) se deu nos últimos dois anos. A marca foi alcançada no dia 31 de julho de 2012. O crescimento se deu devido à expansão da internet no país e algumas condições que mudaram o registro de sites. 

 

Uma delas é a possibilidade de pessoas físicas de registrarem domínios com final “com.br”. Isto passou ser permitido em 2008. De lá para cá, os registros nacionais cresceram muito. Há um tutorial no Dicas de Hospedagem que mostra a importância de se registrar um site com domínio “.com.br”. Um site com um domínio mais “comum” é sempre mais lembrado na hora do acesso. E antes de 2008, apenas pessoas com CNPJ podiam ter o privilégio de registrar endereços assim. 

 

Outro fator que também corroborou para o grande número de site nacionais registrados é a facilidade de registrar um domínio independente de contratar uma empresa de hospedagem. Temos um tutorial que ensina como registrar um domínio no Registro.br. O fato do Registro.br ser um órgão público também colabora com o crescimento de sites nacionais. 

 

Além desses fatos, o valor de R$ 30 anuais que é cobrado pelo serviço é outro fator que atrai os usuários. O preço para registrar um site é umas das raras coisas que tiveram redução de preço com o passar dos anos. De acordo com o próprio órgão, até 2000 era pago 50 reais para registrar mais 50 reais por ano. Após 2003, o valor chegou a 40 para registro e 40 reais por ano. Desde 2007 é que o preço está em 30 reais por ano. Sem a taxa de registro. 

Por falar em domínios, é interessante relembrar:

 

Mas o que isto significa para quem trabalha com sites?

 

Há duas coisas que podemos perceber com o número de três milhões de sites no país. Uma delas é que a concorrência está cada vez mais acirrada. Achar o nome perfeito para o seu site está cada vez mais difícil. O outro fator está ligado ao aquecimento do mercado no país. Muitos desses três milhões de sites no Brasil são de microempresários ou blogueiros que pensam em ganhar dinheiro com a internet. Isto significa mais clientes se você tem uma revenda de hospedagem de sites. Como sempre falamos, talvez seja a hora de pensar neste tipo de negócio. 

 



Você também vai gostar de:

Share This