web analytics

Como criar um ecommerce de sucesso

Dicas para criar o seu ecommerce – O que fazer e como fazer.

Você tem comprado muito pela Internet? Esse costume aumentou com o passar do tempo? Bem, se você fizer parte dos mais de 27% da população mundial que optou pela Internet como a via de compra e venda de produtos e contratação de serviços, acreditamos que sim!

Não é a toa que os ecommerces, popularmente conhecidos como lojas virtuais, caíram no gosto dos usuários. Um estudo feito pelo IBOPE em outubro de 2013 aponta que 80% do consumo no Brasil é realizado através da compra e venda pela Internet. Em números, são 45,77 milhões de usuários ativos.

Se você possui uma empresa e está pensando se vale a pena migrar também para o virtual, esclarecemos: não há época mais propícia do que a atual. Os dados não nos deixam mentir. Ainda utilizando a pesquisa do IBOPE como referência, as principais reclamações dos usuários se referem à impossibilidade de ver os produtos ou experimentá-los; o medo de não receberem os produtos; e a falta de opção para agendar a entrega do produto.

Logo, sabendo o que não agrada seu público e garantindo de que sua empresa desempenhará um papel satisfatório na Internet, as chances da empreitada render bons frutos aumentam consideravelmente.

Agora, deixemos de lado os números para nos concentrarmos nas boas práticas. O que é preciso para criar um ecommerce de sucesso?

 

 

A escolha da hospedagem para ecommerce

 

Melhor hospedagem de sites para ecommerce

 

Antes de definir as rédeas de seu ecommerce, é preciso identificar a empresa de hospedagem que melhor atenderá suas necessidades. Em suma, você deve buscar os recursos e as ferramentas para que sua página mantenha uma performance satisfatória e proporcione sempre a melhor experiência de navegação e de compra para os usuários. Alguns planos de hospedagem oferecem, inclusive, recursos ideais para quem planeja dar o pontapé inicial em seu ecommerce. Basta pesquisar um pouco e comparar a relação custo-benefício de cada empresa.

Não deixe de acessar nosso artigo anterior, onde focamos ainda mais no plano de webhosting ideal!

Para a escolha da hospedagem e a definição da melhor plataforma de ecommerce, lembre-se sempre de checar quão efetivo é o serviço de design e a equipe de suporte. O design representa parte do atrativo tanto para os novos usuários como para os clientes recorrentes. Há casos, inclusive, de clientes que estavam satisfeitos com um determinado ecommerce, mas passaram a reclamar após a mudança equivocada do design.

Quanto à equipe de suporte, é sempre válido verificar os canais disponíveis para contato e o tempo hábil em que problemas em potencial serão solucionados. Você vai querer um suporte disponível vinte e quatro horas por dia, pois seu site estará no ar vinte e quatro horas por dia. Por mais que seja um pensamento quase óbvio, muitas pessoas não consideram esse ponto na hora da contratação da empresa de hospedagem, talvez porque a equipe de suporte não é necessária quando tudo corre bem e sempre pensamos que dificilmente teremos problemas. Não seja vítima desse equívoco!

Uma plataforma efetiva e nem sempre levada em consideração é o WordPress. Já dedicamos diversas publicações aqui no Dicas de Hospedagem tratando não só do ótimo desempenho do WordPress, mas nas diversas opções que são oferecidas para os usuários com as mais variadas necessidades, desde um simples blog até um poderoso ecommerce. Além dos plugins que facilitam a construção do ecommerce no WordPress, a plataforma disponibiliza também temas para tornar sua loja virtual atrativa e funcional. Vale a pena considerar o WordPress!

Conheça as melhores hospedagens wordpress do mercado antes de fazer a sua escolha =)

 

 

Divulgação e a interação com usuários e potenciais clientes

 

Dois requisitos para elevar o seu ecommerce e firmá-lo como referência no segmento em que está inserido tem relação direta e se complementam. Primariamente, o que acha da ideia de ouvir seu público? Não estamos dizendo que você deve influenciar toda a sua estratégia de marketing com base em que seu público diz, mas é interessante ter por base o que os usuários estão ou não estão gostando. A experiência de navegação, bem como toda a experiência de compra em seu site, é que definirá se os usuários voltarão a acessar sua página para comprar ou se optarão por outra empresa que atenda suas necessidades.

Com essas informações em mãos, como proceder? Bem, aqui vão algumas ideias!

  • Ofereça descontos, se possível. Se você trabalhar com o envio de produtos até a residência do cliente, pense na cortesia do frete se a compra ultrapassar um determinado valor ou uma quantidade mínima de itens.
  • Faça promoções sazonais e utilize todos os meios disponíveis para divulga-las. Muitas vezes, é uma promoção que estabelece o primeiro contato de um cliente com uma determinada empresa. Se mantiver o bom trabalho após esse primeiro contato, o cliente casual tem tudo para se transformar em um seguidor fiel de sua empresa.
  • Disponibilize formas variadas de pagamento. Alguns clientes trabalham apenas com cartão de crédito, enquanto outros preferem o cartão de débito. Certos usuários sequer possuem cartão e só compram se a opção de pagar por boleto bancário estiver disponível. Considere também o Paypal e ferramentas similares. Não há segredo aqui: quanto mais formas de pagamento estiverem disponíveis, maior será o nicho de clientes que seu ecommerce contemplará.
  • Trabalhe com o marketing de conteúdo a seu favor, compartilhando publicações e artigos informativos e que enriqueçam a compreensão do cliente, tanto sobre sua empresa como sobre o segmento em que está inserida. Com o marketing de conteúdo, você garante uma frequência ainda maior de visitantes, potencializa seu SEO e evita a temida bounce rate.
  • Organize o site com base no feedback de seu público. Se os usuários reclamarem que é difícil encontrar o botão de adicionar um produto no carrinho ou que todo o processo para finalizar uma compra é muito demorado, realize as modificações necessárias para que esse tipo de problema não atrapalhe mais a experiência de compra dos clientes.

Quando conseguir se estabelecer com o público já conquistado, é chegado o momento de captar novos clientes. Parte disso acontecerá naturalmente, já que o boca a boca dos usuários que tiveram boas experiências em seu site garantirá a chegada de novos visitantes, mas não deixe de colocar algumas estratégias em prática para que mais pessoas conheçam seu negócio.

Manter o bom trabalho com o marketing de conteúdo, por exemplo, já é uma boa pedida. Além de deixar evidente que sua empresa possui aquele quê diferente, blogar sobre sua loja e sobre o segmento em que a mesma se insere ajuda a quebrar aquela imagem formal e distante da empresa e mostra que os usuários estão se relacionando com uma pessoa igual a eles, aberta a sugestões e com ideias e objetivos próprios.

Utilizar do marketing por e-mail e das redes sociais para se promover também é interessante, pois atrai os usuários casuais. Compreenda qual rede social é a ideal e foque seus esforços nela. É possível, inclusive, aliar as promoções da empresa à rede social em questão. Divulgue eventuais descontos e pense em promoções exclusivas para seus seguidores no Facebook, no Google+ ou no Twitter. Isso irá ajudar a diferenciá-lo e a reforçar ainda mais a ideia de interação por parte de seus clientes em todas as plataformas possíveis, seja uma rede sociai, um blog ou a própria página do ecommerce.

Você conhece alguma outra dica para construir ou melhorar um ecommerce? Já colocou em prática algum dos pontos tratados aqui e gostaria de compartilhar sua experiência? Participe do Dicas através da seção de comentários!



Você também vai gostar de:

Share This